Wolverhampton proíbe ida de atletas ao supermercado para evitar novos casos de Covid-19

LANCE!
·1 minuto de leitura
BURNLEY, ENGLAND - DECEMBER 21: Players of Wolverhampton Wanderers huddle before the game during the Premier League match between Burnley and Wolverhampton Wanderers at Turf Moor on December 21, 2020 in Burnley, United Kingdom. (Photo by Sam Bagnall - AMA/Getty Images)
BURNLEY, ENGLAND - DECEMBER 21: Players of Wolverhampton Wanderers huddle before the game during the Premier League match between Burnley and Wolverhampton Wanderers at Turf Moor on December 21, 2020 in Burnley, United Kingdom. (Photo by Sam Bagnall - AMA/Getty Images)

O Wolverhampton tomou uma atitude extrema e um tanto inusitada para evitar a contaminação dos atletas pela Covid-19 ao restringir a ida dos atletas ao supermercado. O treinador português Nuno Espirito Santo justificou que a decisão pode evitar novas baixas na equipe.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

- Precisamos evitar qualquer tipo de risco porque temos um elenco pequeno e já temos alguns desfalques. Não podemos perder nenhum jogador, dizemos a eles todos os dias 'não relaxe e tente ser mais cuidadoso'. Temos funcionários para ir às compras e aos supermercados no lugar deles - argumentou.

Leia também:

A medida já tinha sido solicitada pelo time entre março e maio deste ano. Na última semana, sete exames para diagnosticar o coronavírus tiveram resultado positivo confirmados na Premier League, incluindo o brasileiro Gabriel Jesus.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos