Witzel cita retomada de setor popular no Maracanã: 'Nosso geraldino vai voltar'


Estádio mais popular do país, o Maracanã, gerido atualmente por uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) com Flamengo e Fluminense, está perto de ter uma "geralzona" de novo. É o que assegura Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, em entrevista à FLA TV.

- O Maracanã nessa nova configuração terá de volta a "geralzona", o geraldino vai estar de volta ao estádio. Já está no projeto de legislação, e quem ganhar vai ter que colocar a geral, pois foi uma proposta que assinei na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). Nosso geraldino vai voltar.

O espaço popular, em local onde, atualmente, se encontra setores inferiores do estádio, está engatilhado quanto aos meios legais.

E, ainda na entrevista ao canal oficial do Flamengo no YouTube, Witzel elogiou o gerenciamento do estádio e frisou que a nova licitação - prevista para novembro - dará ao vencedor o direito de administrar o Maracanã pelos próximos 35 anos.





Wilson Witzel - Flamengo
Wilson Witzel - Flamengo
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Wilson Witzel falou à FLA TV (Foto: Reprodução / YouTube)

Esta fala emendou-se à da retomada dos jogos (Campeonato Carioca), mas sem público, cujo decreto foi publicado no Diário Oficial no último sábado.

- Estou muito satisfeito, estou vendo o estádio muito bem cuidado e nós temos um desafio agora, porque o Flamengo vai ter que retomar as atividades, nós estamos autorizando o retorno dos jogos sem público, e todos os clubes vão ter um grande desafio para retomada desse campeonato. O estado está recebendo, os clubes estão lucrando e isso é muito importante, movimenta a econômica, gera emprego, gerando oportunidades. Estou muito satisfeito com essa administração. Espero que o Flamengo tenha toda sorte do mundo, assim como os outros clubes. Esse projeto entregará o Maracanã pelos próximos 35 anos ao vencedor da licitação - completou o governador.

No dia 28 de maio, Flamengo e Fluminense protocolaram estudos técnicos realizados nos últimos meses em relação à operação do Maracanã, na Casa Civil, no âmbito Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI).

Antes, no dia 7 de maio, com assinaturas recolhidas de forma virtual, Fla e Flu assinaram, junto ao Governo do Estado do Rio, um novo termo de permissão de gestão do estádio, o que ocorre desde abril de 2019. O atual acordo é válido por mais 180 dias, ou seja, até novembro deste ano.







Leia também