Wimbledon tomará decisão sobre convite de Sharapova em junho

O torneio de Wimbledon, único Grand Slam realizado na grama, é um dos mais tradicionais do circuito mundial de tênis. Nesta temporada, a competição terá início no dia 3 de julho, e a indefinição sobre a participação ou não de Maria Sharapova ainda está presente.

Leia mais:

Sharapova pode ficar fora da disputa do Aberto da França de 2017

Sharapova foi afastada pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) por 15 meses, após ter falhado no exame antidoping durante do Aberto da Austrália de 2016. A russa já cumpriu a pena, e voltou a competir na última semana.

Maria retornou no Premier de Stuttgart, após um convite da organização, e já tem presença garantida para as disputas de Madri e Roma.

Para estar presente em Wimbledon, Sharapova tem duas possibilidades: aparecer entre as 100 primeiras do ranking, que garantem vaga direta na competição, ou receber um convite. A organização do torneio revelou que esperará até o dia 20 de junho para saber se entrega ou não um wild card à russa.

“Olharemos os pedidos duas semanas antes da ompetição. Vamos nos reunir no dia 20 de junho e já sabemos quem se classificou diretamente pelo ranking. Não decidiremos nada antes disso”, disse o chefe de Wimbledon, Richard Lewis.