Wimbledon termina em lágrimas para lesionada Serena Williams

·1 minuto de leitura
Serena chora ao abandonar torneio de Wimbledon

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A grande campeã do tênis Serena Williams se despediu mancando e em lágrimas de Wimbledon, nesta terça-feira, depois que uma lesão no tornozelo a forçou a abandonar a partida da primeira rodada contra a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich, antecipando sua aposentadoria do torneio londrino.

A norte-americana sexta pré-classificada de Wimbledon, sete vezes campeã na grama britânica e que buscava seu 24º título de Grand Slam para igualar um recorde, estava claramente sentindo dores no início do primeiro set em uma quadra central escorregadia e saiu mancando para tratamento quando estava 3-2 à frente.

Serena voltou depois de um longo intervalo, mas a angústia era evidente quando ela fez uma careta e enxugou as lágrimas antes de se preparar para servir em 3-3, após Sasnovich ter empatado.

A jogadora de 39 anos, que estava com vantagem de 3-1 antes da lesão, caiu na grama aos prantos, antes de ser ajudada a sair da quadra.

Sasnovich, que treinou saque enquanto Serena Williams estava recebendo tratamento, se compadeceu de uma oponente que nunca havia sido eliminada na primeira rodada em Wimbledon em suas 19 visitas anteriores.

"Estou muito triste por Serena, ela é uma grande campeã", disse a número 100 do mundo. "Isso acontece às vezes."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos