Wilson brilha, e Coritiba empata com Grêmio, que chega a seis jogos sem vitória

Futebol Latino
·4 minuto de leitura


Após a derrota em casa para o Flamengo, o Grêmio foi até Curitiba enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, pela 33ª rodada do Brasileirão. O Tricolor até saiu na frente, mas viu o Coxa empatar o duelo em cobrança de pênalti. Também na marca da cal, a equipe de Renato Gaúcho teve a chance de vencer, mas Jean Pyerre desperdiçou a cobrança e fez o time gaúcho chegar ao sexto jogo sem vitória na Série A ao empatar por 1 a 1.

Com o empate, o Grêmio mantém os 52 pontos na sexta colocação, mas pode ser ultrapassado pelo Fluminense na rodada.

Já o Coritiba ganhou mais um pontinho rumo a tentativa de escapar do rebaixamento. O Coxa chegou aos 28 pontos e é o vice-lanterna com um situação delicada já que a diferença para o primeiro fora do Z-4 é de sete pontos.

GRÊMIO DOMINA A POSSE, MAS O COXA TEM A MELHOR CHANCE

Nos primeiros minutos, o Grêmio ficou mais com a bola e passou a trabalhar mais tranquilamente a troca de passes e fazia bons lançamentos no campo para o campo de ataque. A primeira chance do jogo, aliás, foi do Grêmio com Ferreira, que cabeceou por cima do gol.

Mas a melhor oportunidade do início de partida foi de Neílton. O camisa 10 recebeu pela esquerda, partiu para cima e chutou colocado. A bola passou tirando tinta do gol de Paulo Victor, seria um golaço.

GRÊMIO CONTINUOU MELHOR E ABRIU O PLACAR

O Coritiba estava tímido em campo, mesmo jogando em casa e viu o Tricolor chegar a ter mais de 70% de posse de bola. Quem mais tentava construir jogadas era o Grêmio e tanta insistência levou ao gol no Couto Pereira. Jean Pyerre fez um belo cruzamento, Paulo Miranda subiu mais que a marcação do Coxa e cabeceou para o gol aos 19 minutos.

Dois minutos antes, cabe destacar, Alisson perdeu um gol incrível após Darlan dar um grande passe nas costas de Jonathan. O camisa 23 ficou cara a cara com Wilson, mas viu o goleiro impedir o tento.

PREOCUPAÇÃO NO COXA

Logo depois de cobrar uma falta, Sarrafiore caiu no chão e recebeu o atendimento médico. Sem se recuperar, ele deixou o campo de maca e foi substituído aos 34 minutos por Cerutti. Problema para Gustavo Morinigo em uma fase já delicada do Coritiba.

CORITIBA VOLTOU MELHOR, MAS GRÊMIO TENTOU REAGIR

Após conseguir mais de 65% de posse durante boa parte do primeiro tempo, o Grêmio viu o Coritiba crescer na volta do intervalo. O Coxa dominava o campo de ataque e teve até chances de marcar com chances por cima, mas no último passe ficou devendo.

Aos 11 minutos, o Grêmio quis voltar ao jogo com Alisson. O atacante recebeu um cruzamento na medida de Cortez, mas cabeceou para fora. Dois minutos depois, o mesmo camisa 23 tocou para Thaciano e recebeu o cruzamento do mesmo. Mas no chute mandou para fora.

TRAVE PARA UM, PÊNALTI PARA OUTRO

Logo depois de Thaciano acertar a trave em um bom contra-ataque do Grêmio, o Coritiba foi para o campo ofensivo onde Rafinha foi derrubado dentro da área por Darlan após o atacante passar por dois. Houve muita reclamação e além de Darlan, Cortez e David Braz ainda receberam amarelos.

Na cobrança, o goleiro Wilson bateu forte no canto direito e igualou o marcador.

PÊNALTI PARA O GRÊMIO E... WILSOOON

O Grêmio também teve pênalti ao seu favor após um cruzamento de Pinares. Thaciano pulou para cabecear e o árbitro viu um deslocamento e assinalou a penalidade.

Aos 44 minutos, Jean Pyerre assumiu a responsabilidade, chutou rasteiro no canto direito e Wilson brilhou ao defender a penalidade.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA X GRÊMIO - 33ª RODADA DO BRASILEIRO
Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 31 de janeiro de 2021, às 16h
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Árbitro de vídeo: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Neilton e Rafinha (CTB) / Darlan, Cortez e David Braz (GRE)

GOLS: Paulo Miranda, 19'/1ºT (0-1); Wilson, 27'/2ºT (1-1)

CORITIBA (Técnico: Gustavo Morinigo)
Wilson; Natanael, Nathan Ribeiro, Henrique Vermudt (Rhodolfo, aos 28'/2ºT) e Jonathan; Nathan Silva, Hugo Moura (Rafinha, no intervalo), Matheus Galdezani, Sarrafiore (Cerutti, aos 34'/1ºT) e Neilton (Yan Sasse, aos 37'/2ºT); Nathan (Ricardo Oliveira, no intervalo).

GRÊMIO (Técnico: Renato Gaúcho)
Paulo Victor; Vanderson (Guilherme Azevedo, aos 33'/2ºT), Paulo Miranda, David Braz e Bruno Cortez; Darlan (Pinares, aos 33'/2ºT), Thaciano (Rodrigues, 43'/2ºT) e Jean Pyerre; Alisson, Isaque (Luiz Fernando, aos 17'/2ºT) e Ferreira (Everton, aos 17'/2ºT).