Willian dentro e Kenedy fora: veja quem deve ficar ou sair do Chelsea

Com o título do Campeonato Inglês praticamente conquistado, o Chelsea já começa a plenajar a próxima temporada. O clube deve fazer contratações importantes, mas muitos jogadores estão de saída.

O técnico Antonio Conte vai ficar e ajudar o clube a decidir sobre as chegadas e saídas do clube.

FICARÃO

David Luiz Willian Chelsea


David Luiz e Willian não sairão (Foto: Getty Images)

Eden Hazard: o Real Madrid tem interesse em transformá-lo em um galático, mas considera difícil tirar um jogador que está satisfeito em Londres. O Chelsea fará tudo para manter seu principal destaque. 

Andreas Christensen: o Chelsea tem um dos melhores defensores Sub-21 do mundo. Ele ficou emprestado ao Borussia Mönchengladbach por dois anos, mas agora voltará para Londres.

Thibaut Courtois: o goleiro é a grande prioridade do Chelsea, pois receberá assédio de outros times, mas o time inglês pretende segurá-lo a todo custo.

N'Golo Kanté: chegou nesta temporada, foi o grande destaque defensivo do time e, apesar do interesse do Real Madrid, é improvável que ele saia.

Cesar Azpilicueta: o espanhol renovou seu contrato, que agora é válido até 2020. Tem sido consistente na defesa e nada indica que ele vá sair do clube.

Cesc Fàbregas: no início da temporada, a permanência dele era uma incógnita. Mas com muito trabalho ele virou importante novamente e deve ficar por pelo menos mais uma temporada.

Nemanja Matic: ele quase saiu para a Juventus antes da temporada começar, mas Conte lutou para mantê-lo. Deu certo, pois virou um dos principais jogadores do meio-campo do Chelsea.

Victor Moses: ele virou titular do Chelsea e, em março, renovou seu contrato. O acordo agora vale até 2021 e provavelmente ele ficará por muitos anos na equipe.

Marcos Alonso: o espanhol provou ser um perfeito ala e fez valer o investimento do Chelsea. Mesmo que haja procura por ele, Conte precisa que ele fique.

Kurt Zouma: o francês sofreu uma grave lesão e, mesmo recuperado, jogou pouco na temporada. Deve ficar para lutar por mais chances.

David Luiz: chegou sob desconfiança, mas as características dele se encaixaram perfeitamente no 3-4-3 de Conte.

Gary Cahill: foi criticado no início da temporada, mas com o tempo mostrou que tem qualidade para seguir como titular no Chelsea e até assumir em breve a faixa de capitão.

Nathaniel Chalobah: depois de ser emprestado ao Napoli e mostrar qualidade, o jovem voltou a Chelsea e também foi bem. Ficará para lutar por mais chances no futuro.

Lewis Baker: o jovem foi emprestado ao Vitesse e virou um dos principais jogadores do time. Com certeza o Chelsea não vai negociá-lo em definitivo, mas pode emprestá-lo por mais uma temporada.

Tammy Abraham: está na mesma situação de Baker, pois também se destacou no empréstimo ao Bristol City, mas ainda deve ficar outro ano emprestado.

Izzy Brown: está emprestado pela terceira temporada e, mesmo sem grande destaque, o clube já pode entender que chegou a hora dele permanecer no elenco e ser melhor observado.

Willian: foi um ano irregular para o brasileiro, que virou reserva de Pedro. Mas quando o Chelsea precisa dele, costuma corresponder e se destacar. Já disse que quer terminar a carreira no Chelsea.

Diego Costa: o artilheiro do time deve permanecer, apesar das dúvidas sobre o comprometimento com o time e a adaptação em Londres. Ele recebeu oferta da China e do Atlético de Madrid recentemente. 

Jérémie Boga: foi emprestado ao Rennes e ao Granada e conseguiu se destacar. Pode ter a chance de ficar para provar seu valor.

John Terry: o veterano não tem sido titular, mas Conte vai avaliar e pode até oferecê-lo mais um ano de contrato. Propostas de times ingleses e chineses podem atrapalhar esse processo.

ABERTOS A TRANSFERÊNCIAS

Michy Batshuayi Chelsea Premier League


 Batshuayi sempre foi visto como promissor, mas ainda não correspondeu (Foto: Getty Images)

Michy Batshuayi: é verdade que Diego Costa não deu chances para o belga jogar com frequência. Mas quando teve chances, ele não conseguiu chamar atenção. Muitos clubes europeus ainda querem apostar nele e por isso podem surgir ofertas.

Asmir Begovic: o goleiro reserva do Chelsea chegou em janeiro e já está insatifeito com a reserva. Se surgir uma oportunidade para ele jogar com mais frequência, certamente terá interesse.

Nathan Aké: está emprestado ao Bournemouth, que tem muito interesse em renovar o acordo por mais uma tempostada.

Ruben Loftus-Cheek: já foi considerado uma grande revelação do Chelsea, mas corre risco de ser emprestado na próxima temporada. 

Charly Musonda: é um jogador valorizado que teve poucas chances até agora. Se surgir uma proposta, Conte ficará tentado a aceitá-la.

Ola Aina: o jovem lateral direito é visto com bons olhos para o futuro do Chelsea e deve sair por empréstimo. Mas também tem chances de ficar.

Marco van Ginkel: o PSV quer renovar o empréstimo ou até contratá-lo por um preço justo. Outros clubes holandeses também estão de olho.

Mario Pasalic: impressionou no Milan e por isso o técnico Vincenzo Montella quer que o time invista para contratá-lo em definitivo.

VÃO SAIR

Kenedy Chelsea


Kenedy foi esquecido por Conte (Foto: Getty Images)

Kenedy: o brasileiro já foi usado com frequência no Chelsea, mas nesta temporada só fez um jogo. Conte não pretende usá-lo com frequência, e o clube acredita que pode ganhar algum dinheiro com ele.

Dominic Solanke: Conte já deixou claro que ele vai embora. O contrato do clube com o jovem acaba no final da temporada e não será renovado.

Loic Remy: foi emprestado ao Crystal Palace e nem assim conseguiu se destacar o suficiente, por isso deve sair um ano antes do seu contrato acabar.

Christian Atsu: o ganês tem contrato por mais um ano e dificilmente vai renová-lo. Deve virar um prejuízo para o Chelsea, que investiou 3,5 milhões de libras nele.