Wilder segura ímpeto de rival, nocauteia e mantém título de Conselho Mundial de Boxe

Wilder segura ímpeto de rival, nocauteia e mantém título de Conselho Mundial de Boxe
Wilder segura ímpeto de rival, nocauteia e mantém título de Conselho Mundial de Boxe

No último sábado (23), Deontay Wilder e Luis Ortiz se encontraram pela segunda vez dentro dos ringues. E assim como na primeira oportunidade, em março de 2018, ‘The Bronze Bomber’ saiu vitorioso – com um triunfo por nocaute no sétimo assalto da disputa. Mas se engana quem pensa que a vida do campeão peso-pesado foi fácil. Durante a peleja, sediada no ‘MGM’, em Las Vegas (EUA), o americano sofreu para conter o ímpeto inicial de seu adversário.

Os primeiros rounds do confronto foram dominados por Ortiz que, com sua movimentação com base de canhoto, confundia Deontay. O cubano começou o combate com tudo e venceu os assaltos iniciais ao conectar os golpes mais contundentes da disputa – sobretudo de esquerda.

A história do duelo começou a mudar a partir do sexto round, quando Wilder pareceu despertar para a luta e dominar o centro do ringue. O bom momento foi coroado no assalto seguinte, o sétimo da luta. Com um direto de direita, o americano lançou uma verdadeira bomba no rosto de Ortiz, que foi à lona logo em seguida. O cubano não conseguiu retornar ao combate após a contagem do juiz, configurando, assim, o triunfo de Deontay por nocaute.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Com a vitória, o americano defendeu seu cinturão do (WBC) – Conselho Mundial de Boxe. Após a luta, o peso-pesado reforçou o interesse em encarar outra lenda da categoria: Tyson Fury. Invictos como profissionais, os dois se enfrentaram em dezembro passado em um duelo que terminou empatado. A expectativa é que uma revanche seja realizada no início de 2020.

O resultado positivo diante de Ortiz nesse sábado marcou a 42ª vitória de Deontay como pugilista – sendo 41 dessas por nocaute ou nocaute técnico. O americano se tornou o sexto peso-pesado da história a defender um cinturão mundial por dez vezes.

Campeão do WBC, Wilder também projetou unificar os títulos de sua categoria. Os demais cinturões dos pesos-pesados estão hoje em posse de Andy Ruiz – que é campeão da WBA, WBO, IBF e IBO, principais organizações de boxe da atualidade.

DEONTAY WILDER. ONE SHOT KO!!

😱😱😱
pic.twitter.com/EYBPHgMGcL

— Complex Sports (@ComplexSports) November 24, 2019


ONE CHAMPION.
ONE FACE.
ONE NAME. #AndStill #BombZquad #WilderOrtiz2 #PBConFOX pic.twitter.com/Kg3oDh6YaJ

— Deontay Wilder (@BronzeBomber) November 24, 2019


Leia também