Wickens substitui Chadwick na versão virtual das 24 Horas de Le Mans

James Newbold
motorsport.com

Robert Wickens não correu mais desde que sofreu um acidente de Pocono, em 2018, que lhe causou fraturas nas vértebras, mas ele já participou do IndyCar iRacing Challenge e obteve um quinto lugar em Motegi usando um volante modificado por Max Papis.

O canadense se juntará aos pilotos da IndyCar, Simon Pagenaud, Tony Kanaan e Felix Rosenqvist no grid virtual de Le Mans pela Aston Martin, com o Vantage #67 da MAHLE Racing Team, na GTE, substituindo Jamie Chadwick. As equipes podem alinhar quatro pilotos, dos quais dois podem ser de simuladores e os demais detentores de uma licença internacional de piloto da FIA.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Protótipo movido a hidrogênio será o Safety Car das 24 Horas de Le Mans virtualFederação Saudita de eSports patrocina 24 Horas de Le Mans virtualCom Barrichello, Massa, Alonso e Leclerc, lista de participantes das 24 Horas de Le Mans virtual é divulgada

Wickens, cuja única aparição na vida real em corridas de 24 horas ocorreu em Daytona, em 2017, fará uma parceria com o piloto do DTM Ferdinand Habsburg e com os especialistas em simuladores Jimmy Broadbent e Kevin Rotting. A grid da classe GT é composta por 20 carros, incluindo a presença das equipes oficiais da Ferrari, Porsche e Corvette.

As 24 horas virtuais de Le Mans começarão no sábado, 13 de junho, às 10h (horário de Brasília), e podem ser acompanhadas ao vivo no Motorsport.com.

Leia também