Weverton valoriza vitória do Palmeiras em campo duro para brasileiros: 'Difícil jogar aqui'

·1 minuto de leitura

O Palmeiras pode não ter sido brilhante, mas foi competitivo e aguerrido, como tem sido em Libertadores desde a chegada de Abel Ferreira ao clube. E esse espírito de luta foi suficiente para garantir mais um triunfo do Verdão na competição continental: 1 a 0 sobre a Universidad Católica, no Chile, resultado que rendeu ao clube paulista um recorde histórico na competição.

Em entrevista concedida após o encerramento da partida, o goleiro Weverton - de volta à equipe após representar a Seleção Brasileira na Copa América -, ressaltou a importância da vitória em um "terreno" que costuma ser desafiador para clubes brasileiros: a Católica vinha de resultados positivos como mandante em duelos contra equipes do nosso país.

Palmeiras venceu a Católica por 1 a 0 | Pool/Getty Images
Palmeiras venceu a Católica por 1 a 0 | Pool/Getty Images

"A gente sabe que a Libertadores é uma competição que requer muito espírito, muita luta, muita competitividade. É difícil de vir jogar aqui no Chile, é um grande adversário. A gente lembra que os três últimos brasileiros que vieram aqui não conseguiram ganhar. Então, o Palmeiras competiu e se dedicou muito. Queremos levar sempre esse espírito competitivo, não sofrer gols e não dar nada de graça para o adversário", afirmou.

A vitória pelo placar mínimo, fora de casa, coloca o atual campeão continental em boa situação na eliminatória: qualquer empate na partida da volta, no Allianz Parque, assegura sua classificação às quartas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos