Weverton lamenta resultado contra o Cuiabá em casa: 'Não dava para perder'

·1 minuto de leitura


Após a derrota para o Cuiabá por 2 a 0, neste domingo (22), no Allianz Parque, pela 17º rodada do Brasileirão, o goleiro Weverton concedeu entrevista à beira do gramado e lamentou o resultado. O camisa 21 do Palmeiras pregou respeito ao adversário, mas cobrou os companheiros. Segundo ele, a estratégia adotada pelo Cuiabá dificultou o Verdão, que não conseguiu balançar a rede adversária.

- Em um campeonato de pontos corridos não dá para perder esse tipo de jogo, com todo respeito ao Cuiabá, que fez uma grande partida. Infelizmente nossa bola não quis entrar hoje, podíamos ficar o dia inteiro jogando que não ia entrar. Walter fez grandes defesas, finalizamos muito, e no contra-ataque fizeram o gol no primeiro minuto, que já fez mudarmos de estratégia, e depois no final. Mas estamos na luta, vamos corrigir os erros, tem muito pelo campeonato pela frente - comentou.

Apesar do ataque palmeirense ter terminado o jogo com mais finalizações, o goleiro voltou a demonstrar insatisfação com o resultado.

- Sair perdendo é difícil, mas tivemos chances. Se a bola talvez pudéssemos fazer dois, três. Dói porque viemos fazer o melhor e fizemos. Infelizmente, a vitória não veio. Vamos lutar até o final. Vamos brigar pelo campeonato. É o objetivo - reiterou.

Com um ponto somado nos últimos quatro jogos, Weverton deixou claro que os jogadores também se cobram por resultados melhores.

- A gente se cobra também, a gente busca melhorar e quer melhorar. Não dá para ficar tanto tempo sem pontuar ou pontuar tão pouco em campeonato de pontos corridos. Isso não se soluciona falando e sim trabalhando. É o que faremos - finalizou.

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado, quando encara o Athletico, às 21 horas (de Brasília), no Allianz Parque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos