Wenger chega a acordo para permanecer no Arsenal, diz jornal

A pressão sobre o técnico Arsene Wenger é grande no Arsenal, principalmente após a eliminação humilhante na Liga dos Campeões, perdendo por 10 a 2 para o Bayern, no placar agregado dos dois jogos. Com isso, sua saída passou a ser ainda mais especulada. Porém, as chances de o francês permanecer em Londres existem.

De acordo com informações do jornal Daily Express, já existe um acordo para que o treinador permaneça nos Gunners por mais uma temporada. Há quase 21 anos no Arsenal, Wenger reluta em deixar o clube, e por isso deve aceitar um novo contrato.

Após a derrota para o West Brom, no último sábado, por 3 a 1, em partida que contou com protestos pedindo a saída de Arsene, o comandante garantiu que já tem seu futuro definido, mas não revelou qual é. “Revelarei em breve”, limitou-se a dizer.

A falta de títulos nos últimos anos, somados a alguns vexames, como as goleadas sofridas para o Bayern recentemente, fizeram a pressão sobre o técnico crescer muito. O Arsenal corre riscos de ficar fora da próxima Liga dos Campeões, por conta da campanha irregular no Inglês, o que piora ainda mais a situação.

A imprensa europeia já afirmou que o italiano Massimiliano Allegri, atual treinador da Juventus, teria aceitado o desafio de assumir os londrinos, caso Wenger deixe a equipe da capital.

Arsene chegou ao Arsenal em 1996, e não demorou para conquistar seu primeiro título, o Campeonato Inglês em 1998. Com o passar dos anos, porém, as conquistas foram ficando mais raras. Entre 2005 e 2013, os Gunners não ganharam uma taça sequer, voltando a triunfar na Copa da Inglaterra.