Wellington Silva encaminha renovação com o Flu: 'É a minha casa'

Fernanda Teixeira e Luiza Sá
LANCE!


O acordo verbal para a prorrogação do vínculo do atacante Wellington Silva com o Fluminense está perto de se tornar oficial. Em entrevista ao LANCE!, o jogador de 27 anos, admitiu que o acerto para prorrogar o contrato vigente até o final de julho depende de detalhes e não foi afetado pela paralisação das atividades em razão da pandemia do coronavírus. A conclusão das negociações deve ser feita após o término das férias do elenco, dia 30 de abril.

– O clube e o meus empresários estão conversando para gente resolver essa situação. Estou feliz no Fluminense, aqui é a minha casa, e acredito que seja questão de tempo para oficializar essa prorrogação – admitiu o jogador.

Homem de confiança do técnico Odair Hellmann, com quem trabalhou no Internacional, Wellington Silva atribuiu à identificação com o Tricolor o balanço positivo do início de temporada. Até a pausa, foram oito jogos e dois gols.

– Já estava em pré temporada com o Internacional no início do ano e acredito que, por isso, quando cheguei consegui ser aproveitado pelo Professor Odair. O time estava se encaixando e fizemos bons jogos, inclusive, quando não saímos com a vitória este inicio de ano. Depois, teve essa parada pelo coronavírus. Por isso, acredito que tenha sido um início promissor.






Wellington Silva
Wellington Silva
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Atacante tem mantido a forma em casa (Foto: Divulgação)

Veja outras respostas de Wellington Silva ao LANCE!

Como tem sido esse período sem partidas? Quais foram as principais recomendações do Fluminense para essa paralisação?

São tempos difíceis para todos. O atleta está acostumado com uma rotina de exercícios, treinamentos e alimentação. Está sendo tudo novo e diferente. Temos que nos adaptar e lutar contra a ansiedade. A única coisa boa dessa quarentena é estar com a família e curtir bons momentos.

Você tem a confiança do técnico Odair Hellmann desde o período que trabalharam juntos no Internacional. Como é a relação com ele? Se identifica com o estilo “paizão” dele ?

O Papito é uma pessoa fantástica e um grande treinador. Sempre me passou muita confiança no Internacional. É um treinador que trabalha muito, principalmente, os fundamentos. Cobra muito posicionamento e disciplina tática. Minha relação com ele é ótima por ele saber minhas características.

A que você atribui o bom início do Fluminense no Campeonato Carioca, mas a instabilidade com a eliminação na Sul-Americana e a situação difícil na Copa do Brasil?

O Time estava encaixando. Início de ano normalmente é assim, com oscilação. Eu mesmo fui um reforço que chegou com os campeonatos em andamento. Não participei dos jogos da Sul-Americana, justamente ter chegado durante o início da temporada, e não ter conseguido ser inscrito na primeira fase. O professor Odair estava dando uma cara ao time quando os campeonatos foram interrompidos. Foi tudo muito rápido e acho cedo até para fazer avaliações.








Wellington Silva
Wellington Silva

Jogador está na terceira passagem pelo Flu (Foto: Divulgação)

Como fazer para que o momento positivo no Estadual se reflita também em outras competições quando o futebol voltar a acontecer?

Como disse anteriormente, é tudo questão de tempo. O time estava encaixando. Muita gente chegou durante o início da temporada e com jogos quarta, domingo e viagens fica complicado. Muitas vezes não tem tempo para realizar o treinamento para ajustar a equipe com essas novas alterações. Acredito que quando retornar aos treinos teremos algumas semanas antes da retomada dos jogos. Dessa forma, com todo o grupo à disposição a avaliação será outra.

O Fluminense tem sido firme na postura de ter cautela sobre o retorno das partidas, mesmo sem público. Alguns clubes acham que daria para voltar o campeonato já no mês que vem. O que você acha disso? O clube tem conversado sobre o assunto?

Essa decisão deixo para os especialistas do assunto. Não me sinto confortável para opinar. O único comentário que posso fazer é que; as pessoas que saírem para trabalhar precisam se sentir e estar seguras para retornar para suas casas com saúde.




Leia também