Corintianos se irritam com piada e Wellington se defende: 'Coisa banal'

Volante do São Paulo fez brincadeira sobre o fato de estar com a mochila aberta no Morumbi e revoltou rival. Camisa 6 prega alegria, mas lamenta racismo na internet

Uma extrovertida transmissão ao vivo no Facebook tem dado o que falar. E envolve o volante Wellington, do São Paulo, que fez uma brincadeira de mau gosto após a vitória sobre o Santo André, por 4 a 1, no último domingo.

Nas imagens, promovidas por um membro da TV do Tricolor, Wellington deu a seguinte resposta quando questionado sobre a sua mochila aberta, ainda na saída do Morumbi:

- Ainda bem que é no São Paulo, imagina no Corinthians - disse o jogador de 26 anos, que pôs a mão na boca no momento da fala, percebendo que poderia causar mal-estar.



Nas redes sociais, muitos torcedores do Corinthians não encararam as palavras de Wellington como brincadeira e reprovaram o atleta do clube rival. Mais tarde, o jogador se pronunciou com nota oficial no Instagram para se defender e ainda lamentou ter recebido ofensas racistas.

"Estou vindo aqui me posicionar sobre um tema chato, pequeno, que cada vez ganha relevância por uma simples brincadeira. Diversos meios de comunicação e uma infinidade de torcedores (alguns extremamente racistas) estão reclamando da brincadeira que fiz ontem, ao final da partida. Gente, o que seria do futebol sem as brincadeiras?

Tenho muitos amigos torcedores do arquirrival e sei que a grande maioria entende como uma simples BRINCADEIRA. O futebol é isso, é entretenimento, é diversão.

Você aí que está atirando pedras, nunca brincou com seu amigo que torce pra outro time?

Em momento algum quis ofender o adversário ou faltar com respeito, mas uma coisa tão banal não pode ganhar proporções enormes.

Pra mim, futebol é sinônimo de felicidade, então vamos dar mais risadas, brincar mais, sorrir mais. Eu sou isso aí, a alegria em pessoa, eu jogando, eu treinando, eu lesionado, a vida é curta demais pra não brincar e não sorrir!
Boa semana pra todos! Vamos com tudo!"










E MAIS: