Weidman revela pedido de Dana para que ele usasse o 'trash talk' antes de encarar Anderson

Em julho de 2013, no UFC 162, Chris Weidman pôs fim ao reinado de Anderson Silva na categoria peso-médio (84 kg) do Ultimate, quando conseguiu um nocaute no segundo round e chocou o mundo. Mais de seis anos após esse confronto, o americano relembrou um episódio delicado antes desse confronto, protagonizado por Dana White, que estava preocupado com os números que o evento estava alcançando.

Em entrevista ao programa ‘Grange TV’, com a participação do ex-campeão da divisão, Robert Whittaker, o ‘All American’ revelou que o presidente do Ultimate pediu para que ele usasse o ‘trash talk’ no primeiro duelo contra Anderson. Segundo o mandatário da organização, Weidman precisava promover este confronto para que o interesse do público aumentasse e, dessa maneira, subir a a venda de pacotes de TV.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“(O Dana disse) ‘Você não está promovendo a luta. A venda de ingressos não está boa, os números de pay-per-view já não estão bem’. Eu me senti ansioso porque estava prestes a ser alguém que não estou acostumado a ser. Tenho que usar o ‘trash talk’ agora. Odiava esse sentimento. ‘Por que eu não posso ir lá e lutar e vencer. É o que eu vou fazer. Eu vou vencer esse cara. Isso não é suficiente?’ Não foi”, disse o ex-campeão dos médios do Ultimate.

Após derrotar Anderson Silva, Weidman novamente enfrentou ‘Spider’ e venceu, dessa vez por conta da fratura da perna do brasileiro. O americano ainda chegou a defender o cinturão mais duas vezes, contra Lyoto Machida e Vitor Belfort, até perder o posto de campeão no fim de 2015, em revés para Luke Rockhold.

Entretanto, atualmente Weidman não vive um bom momento dentro do Ultimate. O ex-campeão tem cinco derrotas nas suas últimas seis apresentações. Na mais recente vez que lutou, foi nocauteado por Dominick Reyes, em outubro deste ano, no UFC Boston, em duelo válido pela categoria dos meio-pesados (93 kg).

Leia também