Weidman reclama de Bisping como campeão: 'Está travando a divisão'

O anúncio de que Georges Saint-Pierre está de volta ao UFC sacudiu o mundo das lutas. Mais surpreendente do que isso foi a revelação de que o canadense volta ao esporte já em disputa de cinturão dos médios contra Michael Bisping. A decisão do Ultimate gerou algumas reclamações, e uma delas é do ex-campeão dos médios Chris Weidman, que direcionou sua insatisfação ao atual campeão da divisão.

Segundo Weidman, o fato de que depois de enfrentar Dan Henderson, Bisping vai enfrentar outro lutador que não faz parte do topo da categoria dos médios está "travando a divisão".

- Isso está definitivamente travando a divisão, o que é ruim para todo mundo na divisão dos médios. Entendo GSP. Ele ganhou a oportunidade de lutar pelo título dos médios contra um cara que provavelmente é menos perigoso do que enfrentar um cara como Tyron Woodley. É uma ótima oportunidade para GSP. Para Bisping, também é uma ótima oportunidade. Ele pode fazer muito dinheiro enfrentando GSP, que está há três anos sem lutar e está vindo de outra categoria e, mais uma vez, não está enfrentando um top da categoria dos médios. Está funcionando para os dois. Mas para o resto da divisão é uma droga - desabafou o ex-campeão dos médios.

Chris Weidman volta ao octógono no dia 10 de abril, pelo UFC 210, que acontece em Buffalo, Nova York (EUA). O ex-campeão dos médios encara Gegard Mousasi na co-luta principal do show que ainda conta com a disputa de título entre Daniel Cormier e Anthony Johnson.





E MAIS: