Warner vai pagar R$ 127 mil para a Globo em caso envolvendo a MP do Mandante

LANCE!
·1 minuto de leitura


A Warnemedia vai precisar pagar R$ 127,7 mil para pagar as custas processuais da Globo como os honorários dos advogados da emissora, no processo movida pela emissora do Rio para evitar que a Warner transmitisse jogos de clubes da série A do Brasileirão usando a extinta MP 984, que ficou conhecida como MP do Mandante. A informação foi publicada pelo 'Uol Esportes'.

O processo não cabe mais recurso, já que a Medida provisória foi arquivada sem ter sido votada pela Câmara dos Deputados. A decisão foi tomada pelo desembargador Maldonado de Carvalho, da 1ª Câmara Cível do Rio de Janeiro. A Warner terá que pagar o valor pela Globo ter ganhado o único julgamento sobre o caso em agosto de 2020.

Ainda segundo o 'Uol', na ocasião, a Globo entrou na justiça para impedir que a TNT exibisse jogos usando a MP do Mandante de clubes como Palmeiras e Santos, com contrato com a Warner, contra times como Flamengo e São Paulo, que tem contrato com o Esporte da Globo.

A emissora carioca alegou, na ocasião, que contratos firmados antes da MP não poderiam ser baseados na resolução assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e que os acordos eram juridicamente perfeitos. A Warner entendia que poderia mostrar os jogos baseado na MP. A TNT chegou a separar dez jogos para exibição, mas não levou nenhum ao ar.