Wanderson fala sobre a queda de rendimento do Bahia na reta final do BR-19

Felipe Oliveira/E.C Bahia
Felipe Oliveira/E.C Bahia


Um dos destaques do Bahia no empate contra o Palmeiras no fim de semana foi o zagueiro Wanderson. Com apenas dois jogos pelo Esquadrão de Aço, o defensor foi elogiado pelo técnico Roger Machado e pode ganhar espaço na reta final.

Nesta terça-feira, ele foi o escolhido para conversar com a imprensa no Fazendão e falou sobre a disputa de posição no setor defensivo.

‘No meu ponto de vista, Juninho e Lucas vem fazendo um grande campeonato. Até comentei com Claudinho que, quando a gente chega em uma certa idade, tem que respeitar os companheiros. É dessa forma que eu vejo. Eu continuei trabalhando, assim como Xandão, Ignácio e Ernando, e estamos respeitando eles, que estão em um momento muito bom. É continuar trabalhando e, quando surgir a oportunidade, aproveitar. Só que ganha com isso é o Bahia’, declarou.

Sem fugir da responsabilidade, Wanderson também analisou a queda de rendimento da equipe, que chegou a sonhar com a Libertadores, mas atualmente está distante do G6.

‘A gente tem consciência disso, mas a gente sabe que está fazendo o melhor. A gente tem um grupo trabalhador. Depois da partida, a gente conversou. E temos que fazer o nosso trabalho. Tentar melhorar a cada dia, elevar nosso nível. Essa partida foi difícil, contra um adversário difícil, que é o 2º colocado. É continuar trabalhado para os resultados voltarem a acontecer’, concluiu.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também