Walisson Maia pede respeito ao Botafogo antes de jogo com o Vila Nova

·1 minuto de leitura


Zagueiro do Vila Nova titular na partida desta quinta-feira, às 21h30, no Estádio OBA, Walisson Maia reconhece que o Botafogo não vive um bom momento. No entanto, para o jogador isso não é motivo para diminuir ou fazer que a equipe goiana tenha obrigação de vencer. O atleta reforça que é preciso respeitar a instituição por tudo que já construiu, mas não deixar de procurar os três pontos na estreia da Série B.

> Botafogo: veja datas, onde assistir e estádios dos dez primeiros jogos do Fogão na Série B

- Não podemos cair nessa armadilha que o Botafogo está morto, como muitos falam. Podem estar numa fase um pouco mais complicada, mas é um clube imenso e merece respeito. Isso não significa que não vamos nos impor no jogo ou ficar com medo. Só não podem tratar como se estivéssemos jogando contra um time de Várzea. Vai ser complicado, mas temos totais condições de ser de campo com a vitória - afirmou.

Veja a tabela da Série B

Por ter atuado na temporada passada pelo Botafogo-SP, Walisson conhece bem o atacante Ronald, jogador da equipe carioca. O defensor pediu cuidado com seu amigo:

- Ele é bastante rápido, habilidoso e pode fazer diferença nos jogos. Acredito que vá ajudar muito o Botafogo na Série B, só espero que seja depois do nosso jogo (risos). Mas já passei para o pessoal aqui um pouco das características dele e do estilo de jogo. Qualquer informação é válida - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos