Walce passa por cirurgia no joelho e logo iniciará recuperação no Tricolor

Walce deve retornar ao São Paulo em aproximadamente oito meses (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Walce deve retornar ao São Paulo em aproximadamente oito meses (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)


O torcedor do São Paulo pode ficar aliviado, já que foi bem sucedida a cirurgia de Walce, nesta quinta-feira, no HCor. O zagueiro do Tricolor precisou reconstruir o ligamento cruzado anterior e corrigir o menisco do joelho esquerdo, e deve ter alta neste final de semana. Assim que estiver liberado do hospital, o defensor iniciará recuperação, que deve durar cerca de oito meses.

A lesão aconteceu no último domingo, durante um jogo-treino da Seleção Olímpica, na Granja Comary. O zagueiro se machucou sozinho e logo foi socorrido pelos médicos da comissão técnica do Brasil, que se prepara para a disputa do Torneio Pré-Olímpico, que começará neste domingo, na Colômbia.

No final do primeiro tempo da partida contra o Boavista, Walce seguia em direção a uma bola para controlá-la antes que saísse pela lateral quando caiu sentido dores. Após atendimento no gramado, o defensor foi submetido a exames que confirmaram a lesão ligamentar.



Revelado em Cotia, o zagueiro de 20 anos fará sua recuperação no CT da Barra Funda, cujo Reffis passou por melhorias nas últimas semanas. Como de costume, o clube não revelou prazo para retorno, porém para lesões desse tipo, como disse o Prof. Dr. Rene Abdalla, responsável pela cirurgia, o tempo para volta é de aproximadamente oito meses.

- A previsão de retorno aos gramados é de cerca de 8 meses. Nesse período o atleta deve realizar tratamento focado em sessões de fisioterapia e fortalecimento muscular - explicou o cirurgião.

Antes de se lesionar, Walce tinha o forte interesse do Red Bull Bragantino, que chegou a fazer proposta oficial para o São Paulo, que a recusou. Por conta do problema no joelho, a negociação esfriou e não tem previsão de ser retomada. O foco agora é a recuperação do jogador, que é considerado muito promissor.

Para suprir a vaga deixada por Walce no elenco, o São Paulo usará um jogador da base. A dúvida é se o clube pedirá o retorno imediato do zagueiro Rodrigo, emprestado ao Portimonense, de Portugal, ou se um dos atletas que disputam a Copinha será promovido ao profissional. A decisão será tomada em conjunto com a comissão técnica de Fernando Diniz.

Walce foi promovido ao time principal em 2019, após a transição das categorias de base para a Barra Funda, e disputou seis partidas. O jogador disputou quatro jogos no Brasileirão, sempre como titular, e terminou a competição invicto: Flamengo (1 a 1), Fortaleza (1 a 0), Bahia (0 a 0) e CSA (2 a 1).








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também