Vuelta: Francês vence etapa, Roglic lidera e este domingo tem Anglirú

LANCE!
·1 minuto de leitura


Uma grande prova. Assim pode ser resumida a etapa 11 da Volta da Espanha, realizada neste sábado entre Villaviciosa e Lagos de Somiedo, de montanha com 170km e chegada no Alto de Farrapona, nas Astúrias. A dura prova contou com vitória da fuga e só decidida nos metros finais, quando o francês David Gaudu, da Groupama-FDJ puxou um sprint final, fechando com 4h54m13s, levando a melhor por três segundos sobre o espanhol Marc Soler (Movistar).

Porém, Soler não tem do que reclamar. A vantagem de quase um minuto que ele colocou sobre os ciclistas que chegaram em bloco no pelotão de líderes o aproximou dos ponteiros e ele está totalmente na briga pelo título, já que ele pulou para o sexto lugar, a 2m44s de Primoz Roglic (esloveno da Jumbo) e Richard Carapaz (equatoriano da Ineos). Os dois - que chegaram juntos na prova deste sábado - dividem o primeiro lugar com o mesmíssimo tempo: 45h20m31s.

Vale citar que os dois são os favoritos ao título. Roglic é o atual campeão da Vuelta e atual vice-campeão do Tour de France. Carapaz é o campeão do Giro da Itália-2019 (e não disputou o Giro deste ano porque a reta final da prova italiana foi simultânea com a primeira semana da Vuelta).

A etapa 12, que ocorre neste domingo, é uma das mais esperadas e icônicas da Vuelta. Tem apenas 109,4km, porém tem três montanhas categorizadas e a chegada é na montanha Anglirú, a mais mítica de todas as subidas da Vuelta.