VP de futebol do Botafogo elogia postura do clube: 'Preservamos vidas'


O Botafogo retornou aos treinamentos presenciais depois de 95 dias. Último clube da primeira divisão do Rio de Janeiro a fazê-lo, o Alvinegro prezou pela segurança dos jogadores no campo anexo do Estádio Nilton Santos, local das atividades. Em entrevista à "Botafogo TV", Marco Agostini, vice-presidente de futebol do Alvinegro, explicou parte do procedimento.

- Estamos fazendo treino presencial atendendo todo protocolo para poder dar garantia tanto para funcionários, quanto para jogadores e comissão técnica, graças à parceria que nós tivemos internamente com nosso departamento médico. Nosso departamento médico e funcionários do clube se empenharam para proporcionar estrutura de excelência para o retorno ser da melhor forma possível. É importante ressaltar todo o trabalho do departamento de futebol, que coordenou todo esse processo, para poder gerar estrutura de excelência elogiada por todos os profissionais - afirmou.

Agostini ressalta que o Botafogo buscou colocar a saúde de jogadores, funcionários e membros da comissão técnica acima da necessidade de retornar aos treinamentos com pressa. O dirigente elogiou o papel do Alvinegro.



- O Botafogo realmente fez o seu papel da melhor forma. Montou estrutura com parcerias através do departamento comercial, todos os setores se envolveram. O Botafogo está cumprindo mais uma etapa porque entende que não precisa só da vitória em campo, precisa da vitória da vida. Lutamos pela vida e preservamos vidas, por isso estamos fazendo da melhor forma possível, no momento certo, preservando a saúde de todos os profissionais - completou.

Christiano Cinelli, médico do Botafogo, explicou que, além dos cuidados médicos com álcool em gel e exames semanais de coronavírus, o Alvinegro está cuidando da parte psicológica dos jogadores.

- O Botafogo está seguindo todos os passos de acordo com o protocolo idealizado anteriormente. Primeiro foram realizados testes, agora o primeiro treino presencial. Todos os cuidados estão sendo tomados, cabine de desinfecção instalada e funcionando a pleno vapor, álcool gel espalhado pelo campo anexo inteiro, as orientações dadas por mim, Paulo Autuori (técnico) e Paulo Ribeiro (psicólogo) estão sendo aplicadas, de maneira que jogadores respeitem e protejam não somente eles, como também funcionários e comissão técnica - finalizou.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também