VP de Futebol do Botafogo diz que vai à CBF pedir explicações sobre a arbitragem: 'Está recorrente'

LANCE!
·1 minuto de leitura


Um lance polêmico envolvendo a arbitragem definiu, mais uma vez, um jogo do Botafogo. Desta vez, foi o pênalti que gerou a vitória do RB Bragantino nesta segunda-feira, pela 21ª do Brasileirão. Após a partida, Marco Agostini afirmou que vai cobrar explicações da CBF e ressaltou a confiança nos novos nomes da comissão técnica do clube.

- Essa é a primeira semana de trabalho da nova comissão técnica. Todos da diretoria têm confiança que esse trabalho dará resultado, o campeonato ainda está em andamento e o Botafogo vai dar a volta por cima. O que cabe a gente é dar apoio total a eles. Vamos dar todo o apoio fora de campo a eles. E isso exige que a gente vá, mais uma vez, interpretar a CBF pelos critérios de arbitragem - afirmou.

O dirigente cobra que os critérios envolvendo as decisões passíveis a serem revisadas no árbitro de vídeo sejam explicadas com clareza. Agostini afirmou que os árbitros do país não possuem as mesmas regras para apitar os lances de uma partida.

- Está recorrente. Toda a rodada está tendo falta de critérios. O VAR até tenta corrigir os erros do árbitros e eles continuam com interpretações equivocadas, têm mantido convicções equivocadas. Esses critérios têm que ser melhor explicados e vamos fazer isso de forma interna, porque esse tipo de coisa tem que ser conversado internamente. A gente confia no trabalho e fora de campo vamos defender com unhas e dentes que o Botafogo não seja prejudicado. O Botafogo vai dar a volta por cima, contra tudo e contra todos - completou.