Votação das contas do Corinthians será apenas após a eleição no clube

Alexandre Guariglia
·2 minuto de leitura


O Conselho Deliberativo do Corinthians marcou uma nova data para a votação das contas referentes ao ano de 2019. A reunião acontecerá no dia 10 de dezembro, quase duas semanas depois da eleição do clube. A informação foi publicada primeiramente pelo "Meu Timão" e confirmada pelo LANCE!.

Vale lembrar que no dia 28 de novembro, os sócios do Timão vão escolher o novo presidente e novos conselheiros do clube, ou seja, 12 dias antes da votação das contas, que inicialmente estava marcada para acontecer ainda no primeiro semestre, mas foi adiada por conta da pandemia de coronavírus.

Segundo o documento (ao qual o "Meu Timão" teve acesso) que apresenta a nova data para o evento, houve consenso entre os presentes na reunião desta segunda-feira para chegar a essa escolha no calendário. Além de votar as contas de 2019, o órgão vai votar o orçamento para a temporada 2021.

Não é a primeira vez que o Conselho tenta remarcar a data para a aprovação ou não das contas do clube. Em 20 de outubro estava agendada a votação na Neo Química Arena, no entanto, com os bastidores do clube em efervescência por conta da eleição presidencial, alguns obstáculos têm sido encontrados, e o encontro precisou ser adiado. Daquela vez, o problema foi o vazamento da relação nominal de conselheiros e seus respectivos votos nas reuniões desde 2017, o que causou a insegurança entre os membros do órgão.

Após inúmeros entraves e adiamentos por conta da pandemia, parece que finalmente haverá a apreciação do balanço financeiro do clube, que registrou R$ 177 milhões de prejuízo, mas que ao passar pelo Conselho Fiscal, o valor foi corrigido para cerca de R$ 195 milhões, por conta de pendências jurídicas não inclusas na divulgação original do documento. Tanto o Conselho Fiscal quanto o Conselho de Orientação reprovaram as contas em suas primeiras reuniões e recomendaram o mesmo caminho ao Conselho Deliberativo.