Vontade e disciplina tática: como Alisson pode ajudar o São Paulo

·2 min de leitura


Na última sexta-feira (24), o São Paulo anunciou a contratação do meia Alisson, que estava no Grêmio até 2024. Jogando em várias posições do ataque, ele se mostrou polivalente e com boa disciplina tática. O LANCE! mostra como o novo reforço pode ajudar o clube do Morumbi. 

Alisson busca retomar a boa fase na carreira. Na última temporada, o jogador atuou em 41 partidas, sendo que só não foi substituído em oito delas. Além disso, ele marcou quatro gols e deu três assistências. O ano de 2021, inclusive, foi o de menos partidas de Alisson no Grêmio.

Em 2020, ele jogou 46 duelos, com três gols marcados. Já em 2019, esse número foi de 45 partidas. O ano que ele mais jogou foi curiosamente o melhor dele no Grêmio, em 2018. Naquela temporada, Alisson atuou em 53 partidas e fez nove gois e sete assistências.

Alisson costuma atuar na faixa dos lados do campo, tanto esquerdo quanto direito. No Grêmio, sua principal característica era a recomposição defensiva, além de um bom passe. No entanto, ele não é um jogador conhecido por sua velocidade, algo pedido por Rogério Ceni nas entrevistas em que abordava posições carentes no elenco.

No São Paulo, Alisson precisará recuperar o seu bom futebol. Em abril desse ano, ele sofreu uma lesão no ligamento do tornozelo direito, em partida da Sul-Americana, ficando de abril a julho tratando do problema médico. Essa lesão atrapalhou uma sequência na temporada e fez com que seu rendimento fosse abaixo do esperado.

Com o Grêmio lutando contra a queda para a Série B, que acabou sendo confirmada, Alisson jogou sua última partida pelo clube gaúcho no dia 26 de novembro, na derrota para o Bahia, por 3 a 1. De lá para cá, ficou no banco contra São Paulo, Corinthians e Atlético-MG

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos