Volta de Tchê Tchê foi fundamental para evolução do Palmeiras

GOAL

Por Allan Brito 

É claro que Dudu foi o grande destaque do Palmeiras na vitória contra o São Paulo, neste sábado (11). Mas há um jogador que foi ainda mais importante para que o time mostrasse uma grande evolução em campo: Tchê Tchê se recuperou de lesão no ombro e jogou como se estivesse 100% há muito tempo. Mais uma vez foi fundamental para dar equilíbrio e ritmo ao Verdão.

Quando Tchê Tchê se lesionou, em 5 de fevereiro, a Goal disparou o alerta: Palmeiras não tem substituto para Tchê Tchê e precisará testar. Foi exatamente o que aconteceu. O técnico Eduardo Baptista começou a usar diferentes opções no meio-campo e até mudou o esquema tático por causa disso. Ninguém se firmou, tanto que o time passou por instabilidades durante o mês inteiro.

Com Tchê Tchê de volta, o Palmeiras passou a ter um jogador que faz funções fundamentais. Sem a bola, ele tem velocidade para comandar a pressão na frente e fazer as coberturas necessárias nos momentos de recuo. Com a bola, ele tem bom aproveitamento de passes (acertou 93% contra o São Paulo) e costuma arriscar dribles e chutes de longa distância - e foi assim que fez o segundo gol do clássico.

Veja estatísticas de Tchê Tchê no clássico contra o São Paulo:

 

Agora o Palmeiras voltará a contar com sua peça fundamental no meio-campo. Mas precisa tirar uma lição desse período que ficou sem Tchê Tchê: o elenco badalado e milionário tem uma deficiência evidente. Não é fácil ter um reserva do mesmo nível, mas é necessário ter opções melhores.