Volta da Espanha: vitória britânica na etapa da mítica Angliru

LANCE!
·2 minuto de leitura


A Etapa 12 da Volta da Espanha era a mais esperada da edição-2020 da competição. Afinal, embora tivesse apenas 109km, tinha início em Llaviana, contava com montanhas de categorias 1, 2 e 3, e o principal: final no alto da Angliru, uma das três mais duras montanhas do circuito das grandes voltas (França, Espanha e Itália).

O britânico Hugh Carthy se distanciou da fuga na reta final e abriu boa frente para chegar em primeiro lugar com o tempo de 3h08m40s. Sua diferença para o trio que veio a seguir foi de 16s. Mas neste grupo estava Richard Carapaz. O equatoriano entrou na etapa em segundo lugar na classificação com o mesmo tempo do líder Primoz Roglic. O ciclista Ineos terminou em quarto lugar, dez segundos ä frente de Roglic, o quinto. Com isso, Carapaz reassume a liderança geral.

Com a vitória, Hugh assume o terceiro lugar geral (deficit de 32s para Carapaz).

A prova

Como era esperado, a etapa teve várias reviravoltas, com fugas abrindo frente e sendo pulverizadas pelo pelotão de líderes. A equipe Jumbo Visma parecia imbatível, já que se posicionou para a subida de Angliru com três gregários para auxiliar Roglic. Porém, o esloveno sentiu a dureza da subida (alguns pontos com inclinações de 23 graus e velocidade abaixo de 10km, e começou a ficar um pouco mais para trás. Nesse momento Carthy se impôs, enquanto Carapaz passou a monitorar a sua vantagem para Roglic. Carthy acabou chegando em primeiro com boa frente.

Assim, atenções para a briga pelo segundo lugar (e bônus de tempo) envolvendo três ciclistas. Carapaz, em quarto, estava um pouco longe e como os 300m finais são no alto, mas em plano, o equatoriano não conseguiu se aproximar, terminando mesmo em quarto. O segundo colocado foi Aleksandr Vlasov (russo da Astana) e o terceiro Ernric Mas (espanhol da Movistar), todos com o mesmo tempo: 3h58m56s.

Dez segundos depois chegou Roglic. A sua diferença de tempo não foi tão frustrante, pois a próxima etapa, na terça-feira, será um contrarrelógio e neste tipo de prova ele é muito superior a Carapaz e tudo indica que o esloveno colocará uma grande diferença e retomará a Camisa Vermelha. Nesta segunda-feira rolará o último dia de folga.

Classificação geral (após 12 etapas)

1 - Richard Carapaz (Equador/Ineos) - 48h29m27s
2 - Primoz Roglic (Eslovênia/Jumbo) + 10s
3- Hugh Carthy (Grã-Bretanha/EF) + 32s
4 - Daniel Martin (Irlanda/Israel) + 35s
5 - Enric Mas (Espanha/Movistar) + 1m50s
6 - Woulter Poels (Holanda/Bahrain) + 5m13s
7 - Felix Grossschartner (Austria/Bora) + 5m30s
8 - Alejandro Valverde (Espanha/Movistar) + 6m22s
9 - Aleksandr Vlasov (Rússia/Astana) + 6m41s
10 - Mikel Nieve (Espanha/Mitchelton) + 6m42s