De volta ao Maracanã, Fluminense tenta driblar suas oscilações e se afastar do Z4 em duelo com o Bahia

·2 minuto de leitura


O Fluminense retorna ao Maracanã com ambições bem diferentes das que o mês de agosto prometia. Nesta segunda-feira (30), às 19h, o duelo no Bahia, pela décima-oitava rodada do Brasileirão, é um confronto direto para espantar o fantasma do rebaixamento.

Agora sob o comando do técnico Marcão, o Tricolor das Laranjeiras tenta voltar a pisar firme após seis jogos de jejum (entre eles, os que custaram o adeus na Libertadores e um jogo que complicou a equipe na Copa do Brasil). A mais recente partida no local aconteceu no dia 12, na qual o Flu empatou em 2 a 2 com o Barcelona de Guayaquil, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores.

> Veja a tabela do Brasileirão!

Eliminada da competição continental e com a demissão de Roger Machado, a equipe agora comandada por Marcão tem de lidar com uma série de obstáculos. Diante do Tricolor baiano, o objetivo é enfim sair dos 18 pontos no Brasileirão. Um deles é a inoperância no setor ofensivo.

Foram sete gols marcados nas seis partidas em jejum. Apenas um deles aconteceu em jogada trabalhada (André serviu Yago, que concluiu). Nos demais, Fred converteu quatro cobranças de pênalti que ampliaram seus feitos, enquanto Nino e Gabriel Teixeira completaram bolas alçadas.

A maneira como Fred parece isolado fica mais nítida devido às oscilações de seus colegas de ataque. Além de continuar sem Caio Paulista, que vinha em bom momento, o Tricolor das Laranjeiras tem uma queda de rendimento nas jogadas e terá novos desfalques. Jhon Arias disputa a vaga com Gabriel Teixeira na linha de frente, uma vez que Luiz Henrique e Abel Hernández cumprem suspensão.

O aspecto emocional se torna ainda mais desafiador para o Fluminense no confronto desta segunda-feira (30) não só pelo revés recente na Copa do Brasil para o Atlético-MG, em São Januário.

O Bahia também tem 18 pontos no Brasileirão e conta com um trunfo: o técnico Diego Dabove. O argentino tende a promover mudanças táticas no Tricolor baiano, o que deixa ainda mais em alerta a defesa da equipe das Laranjeiras. Uma goleada pode custar a entrada no Z4 para o Fluminense.

Os últimos dias foram de preparação forte e de muita atenção. Com muitas arestas a serem aparadas, Marcão faz os últimos para que o Tricolor das Laranjeiras deslanche na competição nacional. E o treinador sabe que o Maracanã é um bom aliado para que a equipe encontre seu poder de reação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos