De volta à seleção, Éverton Ribeiro era quinta opção e foi preterido por Tite

Goal.com

Chamado à seleção brasileira nesta sexta-feira, o meia Éverton Ribeiro retorna à equipe nacional cinco anos depois da sua última chance, mas um outro reencontro é o que chama mais atenção: o armador flamenguista será comandado outra vez por Tite, treinador que não viu necessidade de manter o atleta em seu elenco há nove anos, no Corinthians.

À época vindo de um fim de ano intenso, mas decepcionante pela perda do título brasileiro de 2010, Tite lidava com as saídas de Roberto Carlos e Ronaldo, tentando reconstruir a equipe depois da queda precoce na Pré-Libertadores, contra o Tolima.

Éverton, "queimado" depois de participar da campanha do rebaixamento à Série B, em 2007, tinha sido emprestado seguidas vezes para o São Caetano. Lá, tinha deixado de ser lateral/ala esquerdo e havia completado uma transição para ser meia no ABC Paulista.

Apesar dos bons números, sendo titular em mais de 100 partidas e anotando dez gols, Éverton não convenceu Tite de que merecia uma chance em meio àquela reconstrução. Morais e Danilo se alternavam como titulares naquela função, com o primeiro ganhando bastante espaço naquele começo de 2011.

Corinthians 2011 Danilo Ralf Paulinho
Corinthians 2011 Danilo Ralf Paulinho



As outras possibilidades eram o meia Bruno César, em momento de baixa após um início fulminante no Brasileiro do ano anterior, e o recém-chegado Luis Ramírez, o Cachito, aposta do Corinthians trazida do futebol peruano.

Sem chance de atuar, Éverton despertou interesse do Coritiba. Então campeão da Série B, o time paranaense tentava mostrar força no retorno à elite e contava com o canhoto para comandar o meio-campo.

A opção de Tite, vale lembrar, acabou sendo boa tanto para o Corinthians quanto para Éverton. Enquanto o armador liderou dois vices da Copa do Brasil pelo Coxa, sendo levado pelo técnico Marcelo Oliveira para brilhar no Cruzeiro, o treinador tornou-se o maior vencedor de títulos da história do Corinthians.

Capitão do hegemônico Flamengo, Éverton terá a companhia de Gabigol e Bruno Henrique nas primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo. O trio chamado por Tite terá a missão de ajudar o Brasil a derrotar a Bolívia, no dia 27, e o Peru, no dia 31.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também