De volta à Libertadores, Fluminense encara o Ceará sonhando com vaga na fase de grupos

LANCE!
·2 minuto de leitura


O Fluminense conquistou o grande objetivo da temporada. Uma das surpresas deste Campeonato Brasileiro, o Tricolor está de volta à Libertadores depois de oito anos fora e entra em campo nesta segunda-feira, às 18h, contra o Ceará, para buscar um novo sonho: entrar direto na fase de grupos do torneio continental. O confronto, na Arena Castelão, terá transmissão em tempo real do LANCE!.

> Confira os 40 jogadores do Brasileirão que mais valorizaram durante a temporada

Com os resultados da rodada, o Flu ainda não pode entrar no G4, mesmo vencendo em Fortaleza. O cenário atual tem o Tricolor com 57 pontos contra 62 de São Paulo, em quarto, e Atlético-MG, em terceiro. O Galo fica à frente por ter uma vitória a mais, mas os paulistas ainda tem uma partida a menos, contra o Palmeiras, que será disputada no dia 19.

Além do clássico paulista, o São Paulo ainda tem Botafogo e Flamengo pela frente. Nas outras rodadas, o time de Marcão encara Santos e Fortaleza, enquanto o Atlético visita o Sport e recebe o Palmeiras. Neste cenário, o Fluminense precisa vencer suas partidas e torcer por um tropeço de um dos dois adversários.

VEJA E SIMULE A TABELA DO BRASILEIRÃO

O outro cenário seria uma vitória do Palmeiras na final da Copa do Brasil contra o Grêmio. Caso isso aconteça, o Brasileirão dará cinco vagas diretas na Libertadores e não mais quatro, facilitando a luta do Flu.

Pensando no que vem dentro de campo, o técnico Marcão terá um importante desfalque. O atacante Fred sofreu um edema muscular na coxa direita e está fora do jogo. Além dele, Matheus Ferraz testou positivo para Covid-19, mas a boa notícia é que Nino volta após sentir dores na coxa esquerda.

O camisa 9 tem sido importante para o time, chegando ao seu melhor momento físico desde que estreou, ainda no Carioca. Mas os números sem ele ainda são favoráveis. Sem Fred em campo desde o início do Campeonato Brasileiro, o Fluminense tem oito vitórias, três empates e quatro derrotas, com 17 gols marcados e 15 sofridos. Quando o centroavante está em campo, o Tricolor soma 23 jogos, sendo 10 vitórias, sete empates e seis derrotas.

- Estão fazendo uma boa campanha no Brasileiro. Time difícil, que já ganhou de vários grandes. Temos que ter cuidado. Tem o Vina, que está em boa fase, faz uma boa temporada. Mas temos representado bem. Temos entrado em campo e dado a vida. A concentração e a dedicação estão sendo os diferenciais do nosso time. Se a defesa não tem tomado gols, não é só pela linha de quatro. São os onze e mais os que entram que têm dado conta do recado. É irmos com esse pensamento, esse foco, para buscarmos um bom resultado - avaliou o lateral-esquerdo Egídio.