De volta à Copa do Mundo após 36 anos, Canadá quer ser a grande surpresa no Qatar


Foram oito Copas de ausência desde da estreia em 1986, mas a espera finalmente acabou. Nesta quarta-feira, depois de 36 anos, o Canadá entrará em campo por um jogo de Copa de Mundo. Às 16h (de Brasília), a seleção canadense vai enfrentar a Bélgica, no Estádio Al-Rayyan, pela primeira rodada do Grupo F.

Apesar do entusiasmo pelo retorno a uma Copa do Mundo, o Canadá não terá vida fácil no Qatar. O sorteio colocou simplesmente duas das principais seleções do futebol europeu pela frente (Bélgica e Croácia), além de uma das principais equipes da África (Marrocos).

+ Copa do Mundo: agenda de jogos do Grupo F, análise dos times e convocados

Mas o Canadá tem motivos para sonhar em uma classificação para o mata-mata, que seria um recorde para o país. A seleção canadense conta com a geração mais talentosa da história e tem nomes de destaque como os atacantes Jonathan David e Cyle Larin, artilheiros da equipe nas Eliminatórias, o jovem Tajon Buchanan, o experiente meio-campista Atiba Hutchinson e a grande estrela Alphonso Davies, lateral-esquerdo no Bayern, mas que atua de forma mais avançada na seleção.

Davies, por sua vez, é a grande esperança dos torcedores canadenses para esta Copa do Mundo. Sua participação no mundial ficou em dúvida nas últimas semanas por conta de uma lesão, mas exames não mostraram uma contusão grave e o jogador está liberado para entrar em campo.

Davies em campo pelo Canadá (Foto: Frederic J. BROWN / AFP)

Em entrevista ao LANCE!, Marissa Roberto, jonalista da emissora TSN, do Canadá, fez questão de destacar a importância que Davies tem na seleção e como ele ajuda os companheiros dentro e fora de campo.

- É extremamente satisfatório poder dizer que Alphonso faz parte desta equipe canadense. Ele tem personalidade e classe para combinar com a habilidade que apresenta em campo. Todas essas coisas podem ser aprendidas por todos, fazendo dele um companheiro de equipe incrível. Ele é um jogador criativo que complica muito o adversário. Ele ainda pode surpreender algumas pessoas no Qatar - destacou.

+ Bélgica: com Lukaku lesionado e Hazard em baixa, De Bruyne assume protagonismo na Copa do Mundo

A jornalista canadense também comentou sobre a expectativa do país sobre a participação da seleção na Copa do Mundo do Qatar. Para ela, os torcedores sabem que o grupo é complicado, mas que acredita em uma classificação para a próxima fase.

- Acho que a maioria dos canadenses está otimista, mas ficaria feliz com um bom desempenho de nossa equipe. Sabemos que o caminho não será fácil e, com base em nossa última campanha em Copas, só há um caminho a seguir: ir para cima. Acredito que temos as peças para passar para a próxima fase - opinou Marissa.

+ Fifa proíbe Bélgica de utilizar segundo uniforme na Copa do Mundo por conta da palavra 'love'

O Canadá terá logo a Bélgica, terceira colocada na última Copa do Mundo e de craques como Kevin De Bruyne e Thibaut Courtois, como adversária na estreia nesta quarta. Apesar da sabida dificuldade que a seleção canadense terá para arrancar pontos da Bélgica, a seleção europeia também tem que ficar de olho em pontos importantes.

- Alphonso Davies é uma superestrela internacional, Atiba Hutchinson, capitão da equipe, levou toda a vida esperando por este momento, e o técnico John Herdman não poderia ser mais perfeito para este trabalho. O time tem muito coração, raça, garra e motivação, e querem provar ao mundo que merecem estar ali - finalizou a jornalista da TSN Sports.

Depois da Bélgica, Canadá terá pela frente a Croácia na segunda rodada do Grupo F, no próximo dia 27, às 13h (de Brasília), e encerra sua participação na fase de grupos contra a seleção de Marrocos, no dia 1º de dezembro, às 12h (de Brasília).