Volkanovski muda de ideia e não vê Holloway como merecedor de revanche imediata

Logo após derrotar Max Holloway e conquistar o cinturão peso-pena (66 kg) do UFC, Alexander Volkanovski – seguindo a mesma linha de raciocínio adotada por Dana White, presidente do Ultimate – indicou que poderia dar a revanche imediata ao rival. Porém, aparentemente, o australiano mudou de ideia e não parece mais tão convencido de que o ex-campeão mereça a chance de lutar pelo título em sua próxima luta.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Volkanovski explicou que, ao rever o confronto contra Holloway, pôde dimensionar a superioridade que demonstrou durante toda a peleja contra o então campeão. Apesar disso, o australiano reconheceu o histórico do havaiano como soberano da categoria durante anos e não descartou a possibilidade de defender pela primeira vez seu título contra ele.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Logo depois (da luta), Dana White estava mencionando uma revanche (imediata) e até mesmo eu falei sobre isso, mas assistindo o vídeo, a luta não foi tão parelha como eu pensei inicialmente. Assistindo de novo e tentando ser imparcial, eu definitivamente estava tentando ver tudo que ele fez. Eu estava com dificuldade em dar um round para ele (na pontuação). Obviamente tiveram rounds mais equilibrados do que outros, mas se você estiver dando um desses rounds para ele, é somente porque ele era o campeão e você queria que ele vencesse. Não é como se eu estivesse acabando com ele em todos os rounds, mas eu definitivamente estava na frente”, comentou Volkanovski, antes de completar.

“Se fosse mais próximo, uma decisão dividida, até meus treinadores diriam que ele mereceria uma revanche. Mas eles viram o vídeo e disseram: ‘Você não pode simplesmente dar uma revanche para ele depois disso”. Eu sou o tipo de pessoa que vou lutar contra qualquer um. Acredito que eu venceria de qualquer jeito (na revanche). Não apenas isso, eu reconheço que existe dinheiro nessa revanche, e eu provavelmente poderia refazer meu contrato, vamos ver. De novo, vamos ver, temos tempo”, declarou o campeão peso-pena do UFC, que se recupera de uma cirurgia na mão direita, realizada após o combate contra Holloway.

Volkanovski citou até mesmo uma possível mudança de Holloway para o peso-leve – já mencionada como possibilidade pelo havaiano no passado – como fator de impedimento para uma revanche entre eles. Além disso, o pouco interesse demonstrado pelo ex-campeão, que, de fato, não tem se pronunciado de forma mais enfática ultimamente em busca de uma chance de recuperar o cinturão, seria outro fator que afastaria um segundo encontro dos dois.

“Max não está falando sobre a revanche ou algo do tipo. Não sei se ele quer lutar no peso-leve. Ele tem falado sobre isso por um longo tempo. Sem ser rude, eu falei que pegaria o cinturão e faria a decisão ficar mais fácil para ele subir de categoria. Talvez seja isso que ele esteja fazendo, eu não sei”, concluiu.

Em recuperação após a cirurgia, Alexander Volkanovski projeta seu retorno para junho ou julho deste ano. Com 21 vitórias e apenas uma derrota no cartel, o campeão não sabe o que é perder desde maio 2013, quando foi nocauteado por Corey Nelson, no ‘Australian Fighting Championship’.

Leia também