Volante Yuri cresce de produção e se firma como titular no Fluminense

Fernanda Teixeira
LANCE!
LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.
LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.


O empate em 1 a 1 com o Atlético-MG, nos últimos minutos da partida do último sábado, no Maracanã, custou ao Fluminense pontos importantes na briga para escapar do rebaixamento. Em meio à frustração por ter deixado escapar a vitória o técnico Marcão teve ao menos um motivo para comemorar. O volante Yuri teve uma boa atuação e parece ter se firmado no time titular. O confronto com o Galo foi o quinto consecutivo do jogador.

No primeiro tempo, quando o Tricolor tomou a iniciativa da partida e dominou as ações, o volante foi o elemento surpresa no meio-campo e surgiu como opção de passe. Na marcação, deu conta do recado e permitiu que Ganso trabalhasse a bola com paciência e mais liberdade no campo ofensivo, aproveitando a intensa movimentação de Yony González e Marcos Paulo. A formação deu resultado e o Flu conseguiu abrir o placar, com um gol contra de Patric. Foi o camisa 6, inclusive, quem iniciou a jogada ao arrancar e forçar um passe para Yony.

O jogo contra o Galo foi o quinto consecutivo em que Yuri fez parte da escalação inicial do técnico Marcão. O jogador de 25 anos se mostra à vontade na vaga aberta com a ida do veterano Nenê para o banco. Com o treinador do Flu cada vez mais convencido de que os medalhões Nenê e Ganso não podem atuar juntos durante os 90 minutos, Yuri se firma na equipe.

A opção de Marcão pela dobradinha Yuri-Allan exercendo a função de volantes de marcação, no esquema 4-4-2, não é novidade. Na vitória tricolor sobre o Corinthians, por 1 a 0, em Brasília, pela 19ª rodada, o ex-treinador Oswaldo de Oliveira já havia testado a formação com sucesso.Após o empate sem gols com o Vasco, já com Marcão, em que a formação voltou a ser elogiada pelos torcedores, Yuri mostrou-se à vontade com o papel tático na equipe.

– Não chega a ser novo. Jogamos assim contra o Corinthians, na nossa vitória lá em Brasília. É algo que a gente estava preparado, de jogar com dois volantes. Isso dá um conforto para o Ganso, para ser um meia mais na frente, achando os passes, que com a qualidade dele, vai achar – analisou.








Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

Legado de Diniz

Pelo Brasileirão, Yuri atuou um total de 1471 minutos, em 21 partidas. O volante chegou ao Flu em maio, emprestado pelo Santos até o final do ano. A contratação foi um pedido do Fernando Diniz, com quem o atleta havia trabalhado no Audax, em 2016, time chegou até a final do Campeonato Paulista.

A versatilidade em campo é a principal qualidade do atleta, que pode atuar como primeiro ou segundo volante e até mesmo como zagueiro. Na atual temporada, já chegou a atuar na zaga na primeiras partidas pelo Tricolor.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também