Volante do PSG teria recusado participar de ação contra homofobia

De acordo com o jornal 'Le Parisien', Gana Gueye, volante do PSG, não quis associar sua imagem à causa.
De acordo com o jornal 'Le Parisien', Gana Gueye, volante do PSG, não quis associar sua imagem à causa. Foto: (ANP via Getty Images)

Informações publicadas pelo jornal francês Le Parisien dão conta de que o volante senegalês Idrissa Gana Gueye, do PSG, teria se recusado a entrar em campo na rodada do último final de semana do Campeonato Francês por conta de uma ação conjunta, entre todos os times e jogadores que disputam a competição, contra a homofobia.

Todos os anos, organizada pela Liga Profissional de Futebol da França (LPF), a rodada mais próxima ao dia 17 de maio é dedicada ao Dia Mundial contra a Homofobia. Os uniformes dos jogadores, nesta situação, têm alterações nos nomes e números às suas costas e ficam pintados nas cores do arco-íris, fazendo menção à bandeira da causa LGBTQIAP+.

Leia também:

Acontece, porém, que Gana Gueye não participou, pelo segundo ano seguido, da rodada marcada próxima à data simbólica. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico do Paris Saint-Germain, Mauricio Pochettino, disse que o volante tinha condições de jogo e viajou para Montpellier, mas alegou questões pessoais para não atuar.

No domingo, a publicação do Le Parisien noticiou que a causa da ausência do senegalês teria sido por não apoiar o movimento. Em nota oficial, a associação contra a homofobia no esporte, Rouge Direct, exigiu uma explicação: "Homofobia não é uma opinião, mas um crime. A LFP e o PSG têm que pedir para Gana Gueye se explicar, e rapidamente. E sancioná-lo se necessário".

Valérie Pécresse, política presidente do conselho regional Île-de-France, da maior região do país, se manifestou no Twitter também fazendo cobranças: "Um jogador de futebol, em especial do PSG, são figuras de identificação para os nossos jovens. Eles têm o dever de servir de exemplo. A recusa de Idrissa Gana Gueye de se juntar à luta contra a homofobia não pode continuar sem punições".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos