"Você me perguntou dez vezes que jogadores eu queria na equipe, fale isso na frente de todos", diz Messi a Sampaoli

Yahoo Esportes
Messi conversa com Sampaoli em treino da Argentina. Foto: Getty Images
Messi conversa com Sampaoli em treino da Argentina. Foto: Getty Images

Que a participação da seleção argentina na Copa do Mundo da Rússia foi abaixo das expectativas, não é novidade. Mas quando se toma conhecimento de algumas afirmaçōes feitas por jogadores e de que houve um motim contra o ex-técnico Sampaoli, é possível se espantar.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Informaçōes divulgadas em um livro publicado pelo jornalista argentino Ariel Senosian, que cobriu a Copa da Rússia para o canal TyC Sports, revelam que Sampaoli perdeu o comando da equipe e o ápice deste momento foi quando aconteceu uma reunião envolvendo todos os 23 jogadores da seleção argentina, o treinador, dois auxiliares e até o presidente da AFA, na noite após a Argentina perder por 3 a 0 para a Croácia.

No encontro, os jogadores argentinos, liderados por Messi e Mascherano, externaram críticas sobre a formação da equipe, as mudanças e o estado emocional de Sampaolli. O detalhe mais bombástico do foi quando Messi pediu para que Sampaolli confirmasse, na frente de todos, se o camisa 10 argentino já tinha influenciado em convocaçōes para a equipe, como já foi especulado várias vezes.

Messi ainda fez questão de tornar público que o técnico que havia perguntado a ele quais jogadores o astro argentino queria que estivessem na equipe e quais ele não queria, e que ele nunca havia respondido nomeando nenhum jogador.

Segundo o livro do jornalista, uma frase dita pelos jogadores teria sido: “Não basta o que você diz. Já não confiamos em você. Queremos ter opinião”. “Opinião em quê?”, teria retrucado Sampaoli. “Em tudo”. Ainda segundo o livro, até o presidente da AFA já sabia que a reunião teria o tom de motim. E ele alertou Sampaoli: “Terá que ceder”.

O resultado da reunião foram cinco mudanças na equipe argentina para o jogo contra a Nigéria, em relação ao time que tinha entrado em campo e perdido por 3 a 0 para a Croácia: Saíram o goleiro Caballero, que falhou do forma bizarra no primeiro gol croata, Salvio, Acuña, Agüero e Meza, e entraram Armani, Rojo, Banega, Di María e Higuaín. Mesmo tendo vencido a partida e se classificado em segundo lugar, a Argentina caiu nas oitavas ao perder para a França.

Leia também:
Klopp é so elogios com chegada de Alisson: “O Liverpool conseguiu um goleiro de altísimo nível”
Vinícius Jr é apresentado no Real Madrid: “Maior oportunidade que um jogador pode ter”
Neymar garante permanência no PSG e brinca com fama de “cai-cai”

Leia também