Você sabe qual treinador de seleção jogou a Copa? Veja quem já esteve em um Mundial como jogador


A Copa do Mundo vai começar no próximo dia 20 e muitos dos treinadores que estão à beira do campo já tiveram experiências em disputar um Mundial, alguns com mais destaque e outros com menos destaque. Na Seleção Brasileira, por exemplo, apesar de ter sido um jogador promissor, Tite sequer foi convocado para defender o Brasil e encerrou sua carreira de forma precoce na década de 80. Mas outros, além de convocados, tiveram grande destaque defendendo seu país.

É o caso do treinador da França Didier Deschamps. Campeão como jogador e capitão em 1998, Deschamps voltou a levantar o troféu mais cobiçado do futebol 20 anos depois, agora como treinador. Desde então se mantém no cargo. Além disso, Deschamps se juntou a Zagallo e Franz Beckenbauer, os dois únicos campeões do mundo tanto jogando como na beira do gramado. Inclusive, de todos os treinadores que comandaram as 32 seleções no Mundial, apenas o francês já foi campeão no cargo.

Quem também já participou de uma Copa do Mundo foi Lionel Scaloni, treinador da Argentina. Em 2006, atuando como lateral-direito atuou a partida inteira das oitavas de finais diante do México. Este foi seu único jogo em Mundiais. Também naquela mesma Copa, o então zagueiro Gregg Berhalter estava entre os relacionados da seleção norte-americana, a mesma que ele comanda atualmente. Porém, não jogou em nenhum jogo, tendo atuado quatro anos antes em duas partidas na Copa de 2002.

Foi também em 2006 que Otto Addo, atual treinador de Gana, defendeu seu país como jogador em duas partidas daquele Mundial. Já em 2002, o português Paulo Bento, atual treinador da Coreia do Sul, jogou três partidas por sua seleção. Aliou Cissé, treinador de Senegal, também esteve em quatro jogos daquela seleção que surpreendeu na Copa da Coreia e do Japão.

+ Fora do Brasil desde 2010, Neneca confia em Neymar e garante: ‘Qatar tem tudo para surpreender’

Já Gareth Southgate foi convocado para as Copas do Mundo de 1998 e 2002. O atual técnico do English Team, jogava como defensor, esteve em campo em dois jogos na sua primeira Copa do Mundo. Na seguinte foi apenas opção no banco. Diferentemente de outro defensor, Rigobert Song. O camaronês estava na seleção em quatro copas e é o recordista entre os técnicos. Foram nove jogos defendendo Camarões em 1994, 1998, 2002 e 2010.

Luis Enrique - Espanha
Luis Enrique - Espanha

Quando jogador, Luis Enrique deixou sua marca pela Espanha (Foto: Pierre-Philippe Marcou / AFP)

LUIS ENRIQUE E STOJKOVIC DEIXARAM SUAS MARCAS

Treinador da Espanha, Luis Enrique só disputou menos copas - entre os treinadores - que Rigobert Song. Contudo, ele é quem mais jogou. O meia-atacante espanhol, que atuava pelo Barcelona, jogou 13 partidas na Copa do Mundo e marcou dois gols. Luis Enrique foi jogador da Espanha em 1994, 1998 e 2002. Seus gols foram marcados um na Copa de 94 e outro em 98. Em 2002, acabou passando em branco em cinco jogos.

Já o técnico da Sérvia, Dragan Stojkovic, prepara sua seleção para estrear dia 24 diante do Brasil, mas a experiência em Copas é com ele mesmo. O ex-meia atuou nos Mundiais de 1990 e 1998, ambos ainda pela extinta Iugoslávia. Ao todo, Stojkovic marcou três gols em nove jogos, sendo o artilheiro dos treinadores que vão estar no Mundial e que busca sua primeira taça.

VEJA A LSITA DE TREINADORES COM MAIS COPAS

1º Rigobert Song (Camarões) - 4 Copas (1994, 1998, 2002 e 2010)
2º Luis Enrique (Espanha) - 3 Copas (1994, 1998 e 2002)
3º Dragan Stojkovic (Sérvia, Copa pela Iugoslávia) - 2 Copas (1990 e 1998)
4º Gareth Southgate (Inglaterra) - 2 Copas (1998 e 2002)
Gregg Berhalter (Estados Unidos) - 2 Copas (2002 e 2006)
6º Otto Ado (Gana) - 1 Copa (2006)
Paulo Bento (Coréia do Sul, Copa por Portugal) - 1 Copa (2002)
Aliou Cissé (Senegal) - 1 Copa (2002)
Didier Deschamps - 1 Copa (1998)
Lionel Scaloni - 1 Copa (2006)