Vitor Pereira explica o que o Flamengo pode aproveitar do jogo contra o Nova Iguaçu de olho no Palmeiras

Treinador português terá último teste antes de viajar para o Mundial de Clubes (Divulgação/ Flamengo)


É cavalar a discrepância entre o Nova Iguaçu, goleado pelo Flamengo neste sábado, para o Palmeiras, adversário do fim de semana que vem. O Rubro-Negro ainda tem outro compromisso pelo Campeonato Carioca neste meio de semana antes do duelo pela Supercopa do Brasil. Diante de tal contexto, o técnico Vitor Pereira explicou os benefícios da partida contra a equipe da Baixada Fluminense.

- O nível do Palmeiras não é esse, o jogo deles não é esse. É um jogo muito diferente. Eu estaria mentindo se dissesse que tem semelhanças com o jogo do Palmeiras, portanto. Mas há subprincípios do nosso jogo que deu para trabalhar também nesse jogo - explicou VP, antes de detalhar:

- Como reação pós-perda da bola, entender como nos comportarmos no contra-ataque do adversário. Dá para trabalhar alguns aspectos. Já do ponto de vista físico, dá para evoluir um bocadinho; e, mentalmente é sempre bom ganhar, fazer gols. É importante para o Pedro fazer gols, é importante para o Gabriel fazer gols. Os centroavantes vivem de gols, ficam confiantes e a equipe precisa deles. Eu não gosto de ver meus atacantes passarem um jogo sem marcarem. Deu para isso e deu para perceber o espírito de quem ficou de fora se coloca o espírito do clube acima de tudo - valorizou o treinador.

O Flamengo folga neste domingo. Na segunda-feira, se reapresenta para os próximos desafios.

-> Confira a tabela da Supercopa do Brasil