Vitor Hugo é denunciado por cotovelada e pode pegar 12 jogos

O zagueiro Vitor Hugo, do Palmeiras, foi denunciado pela cotovelada dada no também defensor Pablo, do Corinthians, no clássico disputado no dia 22 de fevereiro. O procurador-geral Wilson Marqueti Júnior, do TJD-SP, é o responsável pela ação.

Em contato com a Gazeta Esportiva, Marqueti Júnior confirmou a denúncia. “Denunciei no artigo 254-A, inciso I”, explicou. O artigo, pertencente ao Código Brasileiro de Justiça Desportiva, se aplica àquele que “desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido”.

A pena para casos enquadrados no 254-A é de quatro a 12 partidas. Assim, caso seja suspenso pelo número máximo de jogos, Vitor Hugo não voltaria a atuar no Campeonato Paulista de 2017. Vale lembrar que o camisa 4 não foi punido no jogo, já que o árbitro Thiago Duarte Peixoto não viu o lance.

No dia seguinte à agressão, o defensor palmeirense gravou um vídeo pedindo desculpas para Pablo. Ainda assim, não escapou da denúncia por parte do TJD-SP.

A partida entre Corinthians e Palmeiras, vencida pelos alvinegros por 1 a 0, foi repleta de polêmicas. Antes da cotovelada de Vitor, o volante Gabriel, do Timão, foi expulso por falta cometida por seu companheiro de equipe, Maycon. O árbitro confundiu os atletas e aplicou o amarelo para o camisa 5, que já tinha uma advertência e acabou excluído.

*Especial para a Gazeta Esportiva