Vitor Bueno se redime, Santos vence o São Bento e ameniza crise

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Santos venceu o São Bento por 2 a 0 nesta quarta-feira (22), no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Paulista, e espantou a crise. Após a derrota no clássico para o Palmeiras, os muros da Vila Belmiro foram pichados com os dizeres: "Mais raça, menos religião" e "Zeca, joga bola". Dívidas da diretoria com jogadores e comissão técnica também causam polêmicas no clube paulista.

O primeiro gol santista foi marcado por Vitor Bueno, que se redimiu após perder um 'gol feito' no clássico contra o Palmeiras no último domingo. Lucas Lima fechou o placar.

Além de amenizar a crise na Vila Belmiro, o Santos saiu da terceira colocação do seu grupo (onde estaria eliminado) e assumiu a liderança, com 16 pontos. A equipe santista só perde a liderança caso o Mirassol vença o Palmeiras nesta rodada.

Após vencer o São Bento, o Santos encara o Santo André no próximo sábado, às 15h (de Brasília), no estádio Bruno José Daniel, em Santo André, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

DESTAQUE

O volante Thiago Maia fez uma grande partida. Além de proteger a zaga santista, ele foi o responsável por ligar a defesa e o ataque. O volante, inclusive, se destacou pelos lançamentos. Somente no primeiro tempo, ele deixou Bruno Henrique e Vitor Bueno na 'cara' do goleiro adversário. Mas a dupla santista desperdiçou.

QUEM FOI MAL

O lateral Bebeto não honrou o nome do atacante tetracampeão mundial com a seleção brasileira. Bastante lento na marcação de Bruno Henrique, ele acabou sendo expulso ao fazer a falta no santista no início do segundo tempo. Bebeto era o "último homem" da defesa do São Bento e, por isso, recebeu o cartão vermelho.

LUCAS LIMA

O camisa 10 do Santos já havia brilhado nas duas últimas quintas-feiras ao participar de todos os gols do Santos na Copa Libertadores, somando os jogos contra Sporting Cristal, do Peru, e The Strongest, da Bolívia. Hoje, ele participou dos dois gols do Santos – assistência para Vitor Bueno e gol com direito a drible no goleiro.

RICARDO OLIVEIRA

O atacante Ricardo Oliveira foi poupado pelo técnico Dorival Júnior. Ele ficou em Santos-SP para realizar trabalhos físicos. Além do capitão santista, o atacante Jonathan Copete desfalcou o time por conta de problemas estomacais. Já o ataque titular demonstrou falta de pontaria. Kayke, Bruno Henrique e Vitor Bueno deram um chute cada um no primeiro tempo, mas não balançaram as redes. Dorival bancou o trio para o segundo tempo e viu a redenção de Vitor Bueno.

VITOR BUENO

O meia-atacante Vitor Bueno, que ficou marcado pela torcida após perder um "gol feito" no clássico contra o Palmeiras, se redimiu ao marcar o gol santista em Sorocaba. Após bela assistência de Lucas Lima, ele chutou de primeira, de perna direita, e acertou o canto esquerdo do goleiro. No entanto, Bueno havia perdido um gol no primeiro e foi para o vestiário no intervalo pressionado. "A posse de bola e o volume estamos tendo, mas está faltando o gol. A única chance de cara foi a minha, acabei sendo travado, a bola veio quicando. Enfim, vamos ajustar no intervalo para sair vitorioso", disse o meia ao Premiere no intervalo.

SÃO BENTO

Rodrigo Viana; Bebeto, Pitty, Rafael Tavares e Fábio Bahia; Régis, Renan Mota, Itaqui e Giovanni (Guilherme Queiroz); Morais e Ricardo Bueno. T.: Paulo Roberto Santos

SANTOS

Vladimir; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca; Thiago Maia, Renato (Longuine) e Lucas Lima; Vitor Bueno (Vladimir Hernández), Bruno Henrique (Arthur Gomes) e Kayke. T.: Dorival Júnior.

Estádio: Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)

Público: total: 6.690

Renda: R$ 272.535,00

Gols: Vitor Bueno aos cinco minutos e Lucas Lima aos 13 minutos do segundo tempo (Santos)

Cartões amarelos: Giovanni

Cartão vermelho: Bebeto (São Bento)