Vitamina neles! Após quase 2 meses, Verdão reedita dupla de zaga campeã

Fellipe Lucena e Thiago Ferri

A dupla de zaga formada por Vitor Hugo e Mina, apelidada pelo LANCE! de "Vitamina", foi um importante alicerce do Palmeiras na campanha do título brasileiro de 2016, mas ainda não prosperou em 2017. Às 21h45 desta quarta-feira, contra o Jorge Wilstermann (BOL), em Cochambamba, os dois formarão dupla pela primeira vez depois de quase dois meses. Edu Dracena, titular da posição, não viajou porque está com dores no joelho.

O "sumiço" da dupla Vitamina passa pela má fase vivida por Vitor Hugo no começo da temporada. O camisa 4 foi expulso contra o Tucumán (ARG), no primeiro jogo pela Libertadores, e teve de cumprir dois jogos de gancho no Paulistão por causa da cotovelada que deu no corintiano Pablo, o que abriu espaço para Dracena se firmar como titular.

Mina e Dracena formaram dupla uma vez em 2016 e sete vezes em 2017: sete vitórias e uma derrota, aproveitamento de 87,5%. São números difíceis de superar, mas o índice de Mina e Vitor Hugo juntos também é bem alto: 72,9%. Foram 13 partidas no ano passado e três neste ano, com 11 vitórias, dois empates e duas derrotas.

O último jogo da dupla Vitamina foi a vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo, em 11 de março. Os dois voltaram a jogar juntos na quarta-feira da semana passada, contra o Peñarol, mas formando um trio com Edu Dracena. Não deu certo. O Verdão tomou 2 a 0 no primeiro tempo e o esquema com três zagueiros foi desfeito no intervalo, com a saída de Vitor. O time reagiu e virou para 3 a 2.

Fazer Vitor Hugo recuperar o alto nível é uma das missões de Eduardo Baptista. A única derrota de Mina e Dracena juntos foi justamente a mais doída de 2017, contra a Ponte Preta, por 3 a 0, no jogo de ida da semifinal do Paulistão. Há quem acredite, inclusive dentro do clube, que o ideal seria poupar Dracena e escalar Vitor Hugo nesta partida, que aconteceu quatro dias depois da desgastante vitória sobre o Peñarol, com gol aos 54 do segundo tempo.

Mesmo sendo o mais velho entre os zagueiros do elenco, com 35 anos, Edu Dracena é o que mais atuou na temporada, com 17 jogos. Vitor Hugo jogou 13 vezes e Mina, que começou o ano em recuperação de lesão, 11. Antônio Carlos, que ficará no banco nesta noite, jogou quatro vezes.

O provável Palmeiras para esta noite tem Fernando Prass, Jean, Mina, Vitor Hugo e Michel Bastos; Thiago Santos e Tchê Tchê; Willian, Guerra e Dudu; Borja (Róger Guedes).











E MAIS: