Vitória goleia River-PI e praticamente se garante no mata-mata do Nordestão

Futebol Latino
LANCE!


Mesmo levando em consideração um desempenho irregular no primeiro tempo, o Vitória se aproveitou da superioridade técnica e passou bem pelo River-PI por 4 a 1 no Barradão.

Assim, o time dirigido pelo técnico Geninho fica perto de concretizar a sua classificação por estar em segundo lugar na chave com 13 pontos e abrir três pontos para o Santa Cruz, o primeiro time fora do G4. Com somente quatro pontos no Grupo A e segurando a lanterna, o maior campeão estadual do Piauí já está matematicamente eliminado.

Se no início do confronto o Vitória assustou por duas oportunidades a meta piauiense quando o meio-campista Jean cabeceou para ótima defesa do arqueiro Monrdragon e Felipe Garcia recebeu com condições de finalizar perigosamente, aos poucos os visitantes iam encontrando os espaços, entendendo a movimentação adversária e crescendo na partida.

Usando principalmente a habilidade de Érico Júnior, o River ia avançando suas linhas aos poucos e enervando tanto a defesa do Vitória como também o torcedor que foi em pequeno número ao Barradão. Foram pelo menos três momentos de real perigo contra o gol de Lucas Arcanjo onde o atacante Eduardo, o próprio Érico Júnior e também o outro atacante, Romário Rodrigues, tentaram bater em gol e chegaram a assustar a meta baiana, parecendo que finalizaria o primeiro tempo mais próximo de ser o merecedor da inauguração da contagem. Contudo, em falta perigosa aos 45 minutos, o Nego usou a potência no chute de Thiago Carleto para marcar mesmo sem estar criativo o suficiente para tal. Batendo firme de pé esquerdo, o camisa 16 superou Mondragón e estufou as redes do time piauiense.

Na volta do intervalo, o Galo Carijó não conseguiu ter o mesmo ímpeto dos 45 minutos iniciais e viu o Vitória tomar conta do confronto. Além da batida de falta onde Carleto levou muito perigo, forçando Mondragón a uma defesa complicada, foi justamente contando com um erro crasso do arqueiro do River-PI que os anfitriões aumentaram a conta. Aos 15 minutos, Carleto chegou a linha de fundo e fez o cruzamento para Mondragón defender e, ao cair, soltar a bola nos pés de Léo Ceará. O camisa 9 do Nego não desperdiçou e bateu de esquerda pro gol comemorando em tom de desabafo com os apupos que o torcedor vinha dando a equipe especialmente na primeira etapa.

Luccas Brasil tentou iniciar uma reação para a equipe piauiense aproveitando o erro de Rafael Carioca na marcação pelo lado esquerdo da zaga do Vitória e diminuiu a diferença aos 25 minutos. Mas, três minutos depois de Léo Ceará parar em excelente defesa de Mondragón, Gerson Magrão fez cruzamento rasteiro na pequena área e Matheus Tenório chegou completando, 3 a 1 Vitória.

Ainda houve tempo para, aos 33, Alisson Farias receber um cruzamento estando em absoluta liberdade e teve espaço para testar encobrindo Mondragón para finalizar o placar.












Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também