Vitória escapa de Erick Goldner a metros da bandeirada em Daytona

motorsport.com

Erick Goldner, o representante oficial da Shell em automobilismo virtual, ficou a metros de ganhar a segunda etapa da seletiva da Crown e W2 Racing nesta terça-feira à noite, em prova realizada no traçado misto de Daytona.

Ele largou na segunda posição com a Ferrari 488 GT3, passou o primeiro stint no vácuo de Luiz Felipe Tavares e fez uma volta mais que o concorrente antes da parada. Saiu 1s384 à frente e liderou até o fim.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Luiz Felipe Tavares é o primeiro piloto oficial de automobilismo virtual de equipe da Stock CarConheça Erick Goldner, primeiro piloto de automobilismo virtual da Academia Shell RacingO que significa o patrocínio da Shell que Erick Goldner ganhou ao vencer a Corrida das Estrelas

Por muito pouco, a 1s5 do limite de 50 minutos de prova, ale abriu a volta 30. E acabou pagando caro, sem combustível, quando já avistava a bandeira quadriculada.

No embalo, cruzou a linha de chegada em segundo, atrás de Tavares, e encerrou o evento como vice-campeão. Guilherme Buzato foi o terceiro colocado na prova.

“Para dar menos uma volta eu teria que tirar muito o pé na penúltima volta”, explicou Goldner. “Ele ia me passar e eu não conseguiria atacar mais. Eu tinha que arriscar e buscar a vitória.”

“Fui muito otimista no pit, abasteci dois litros a menos que deveria. Mas como a vaga já seria dele com o segundo lugar, minha luta era pela vitória e eu fiz o possível. Valeu muito participar desse evento”

Engenheiro brasileiro de Raikkonen afirma: "Teria 8 títulos se corresse 20 anos antes"

PODCAST: A Williams tem salvação?

Your browser does not support the audio element.

Leia também