Vitória e tropeço do Racing: as contas do São Paulo para ser líder do grupo na Libertadores

·1 minuto de leitura


O São Paulo vai com uma missão para encarar o Sporting Cristal, nesta terça-feira (25), às 21h30, no Morumbi: vencer os peruanos para ter chance de terminar a fase de grupos na liderança do Grupo E. No entanto, o objetivo não será fácil para Crespo e seu elenco.

São Paulo campeão! Veja todos os títulos do Tricolor no Paulistão e quem foi o vice

Isso porque o Tricolor não depende só de si para alcançar a liderança. Na segunda posição, com oito pontos, o clube do Morumbi está três pontos atrás do Racing, com 11. Sendo assim, os argentinos precisam perder para o Rentistas, no mesmo dia e horário, para o São Paulo avançar em primeiro. Caso os argentinos façam um ponto, já garantem a liderança.

SIMULE A ÚLTIMA RODADA DA FASE DE GRUPOS DA LIBERTADORES

Uma esperança do São Paulo está no saldo de gols. Tanto o Tricolor quanto o Racing têm quatro gols de saldo. Foram seis gols marcados e quatro sofridos. Sendo assim, a equipe de Crespo não precisa se preocupar em tirar diferenças de gols caso ganhe e o Racing perca.

Em cinco jogos até aqui, o Tricolor tem duas vitórias, dois empates e uma derrota. A equipe venceu o Sporting Cristal na estreia, fora de casa, por 3 a 0, venceu o Rentistas no Morumbi, pelo placar de 2 a 0 e empatou com o Racing, na Argentina, sem gols.

A partir do segundo turno, o São Paulo deu uma 'diminuída' na competição. Atuando com reservas, já que estava focado na reta final do Campeonato Paulista, os comandados de Crespo empataram por 1 a 1 com o Rentistas, no Uruguai e perderam do Racing, em casa, por 1 a 0.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos