Vitória bate América-MG e se afasta das últimas colocações

O Coelho ficou com um a menos quase o jogo inteiro - Tiago Caldas/Fotoarena

Expulsão de He-Man repercute mal entre os jogadores do América-MG

O Coelho ficou com um a menos quase o jogo inteiro - Tiago Caldas/Fotoarena


Na tarde deste sábado, o Vitória somou mais três pontos no Brasileirão ao levar a melhor contra o América-MG por 1 a 0. O único gol do jogo foi marcado por Léo Ceará. O resultado deixou o Leão na 11ª colocação, com 25 pontos. Enquanto isso, o Coelho fica na 9ª posição, com 26.

Na próxima rodada, o Vitória encara o Fluminense, fora de casa. Já o América-MG recebe a visita do Vasco, no Independência.

O duelo

As duas equipes iniciaram o duelo com muita disputa no meio-campo. A prova do jogo pegado aconteceu aos 15 minutos. Rafael Moura deixou o cotovelo na cara de Erick e o América-MG ficou com 10 homens em campo.

Com um a mais, o Leão assumiu o controle dentro de campo e tentava se aproximar do gol de João Ricardo. Aos 32 minutos, Léo Ceará soltou a bomba da entrada da área e exigiu boa defesa do goleiro rival.

Incomodado com a baixa produtividade da equipe, Paulo César Carpegiani nem esperou o intervalo e sacou Rodrigo Andrade para colocar Meli. A ideia era deixar o time mais ágil no meio e assim chegar ao gol, mas o plano não deu certo e o jogo ficou sem gols na etapa inicial.

Na volta do intervalo o Vitória veio com uma postura totalmente agressiva. Na bola aérea o Leão por pouco não abriu o placar. Após escanteio, Bruno Bispo aproveitou a bobeira de João Ricardo e conseguiu desviar a bola. Quando a bola estava quase cruzando a linha, Messias afastou o perigo.

Na base da insistência o Vitória abriu o placar. Léo Ceará arriscou de fora da área, a bola pegou na trave e morreu no fundo das redes.

Melhor em campo, o Vitória chegou novamente ao ataque e assustou com Neilton. O atacante aproveitou o rebote, limpou a marcação e bateu. Bem colocado, João Ricardo encaixou.

Sem nenhum tipo de perigo na defesa, o Leão jogava fácil e quase ampliou com Erick. O atacante chamou o zagueiro para dançar e carimbou a trave de João Ricardo.

Nos minutos finais o América-MG se arriscou no ataque. Após troca de passes entre Carlinhos e Robinho, o lateral arriscou um chuete cruzado, Ronaldo caiu e defendeu em dois tempos.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 x 0 AMÉRICA-MG
Local:


Barradão, Salvador (BA)
Data-Hora: 01/9/2018 – 16h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Erick, Neilton, Léo Ceará, Marcelo Meli, Léo Gomes (VIT) Carlinhos (AME)
Cartões vermelhos: Rafael Moura (AME)
Gols: Léo Ceará (11’/2ºT)

VITÓRIA: Ronaldo, Jefferson, Ramon, Lucas Ribeiro e Bruno Bispo; Rodrigo Andrade (Marcelo Meli, aos 34/2ºT)), Léo Gomes, Neílton e Yago (André Lima, aos 23/1ºT)); Erick e Léo Ceará (Lucas Fernandes, aos 20/2ºT). Técnico: Paulo César Carpegiani.






























AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto (Robinho, aos 25/2ºT), Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Leandro Donizete, Juninho, Gerson Magrão e Aderlan (Marquinhos, aos 0/2ºT); Luan (Wesley Pacheco, aos 26/2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Adilson Baptista.


Leia também