Vistoria sobre o Fla-Flu no Nilton Santos indica 20 cadeiras quebradas

Enquanto Alvinegro recebe R$ 200 mil pelo empréstimo do seu estádio, Fluminense lucra R$ 183.358,05 e Flamengo leva R$ 149.174,35 na decisão da Taça Guanabara no domingo

Na inspeção realizada pelo Botafogo nesta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, após o clássico entre Flamengo e Fluminense, do último domingo, foi detectado um pequeno prejuízo por conta do clássico. Foram 20 cadeiras quebradas e três desaparafusadas. O valor do conserto gira em torno de R$ 5 mil reais e será pago com o dinheiro da renda do jogo entre os rivais alvinegros.

Em comparação com o clássico entre Botafogo e Flamengo, disputado no dia 12 de fevereiro, o número de cadeiras quebradas foi inferior. Na ocasião, 34 assentos haviam sido danificados, com o prejuízo arcado pelo Rubro-Negro.

Esse foi o terceiro clássico realizado no Estádio Nilton Santos na temporada. Antes, Fluminense e Vasco também haviam se enfrentado, pela estreia nesta Taça Guanabara. Na ocasião, o Tricolor venceu o Cruz-Maltino por 3 a 0.



E MAIS: