Vistoria do poder público adia eleição para a presidência do Santa Cruz

Futebol Latino
·1 minuto de leitura


A escolha do novo presidente do Santa Cruz, prevista inicialmente para essa quarta-feira (10), foi adiada por um motivo bastante conhecido não apenas na esfera do esporte, mas que envolve a sociedade nos mais diferentes aspectos: os cuidados com a prevenção da Covid-19.

Isso porque o Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Saúde do Estado, entendeu que não haviam as mínimas condições previstas no protocolo de prevenção ao coronavírus estabelecido para o pleito que ocorreria na sede social do clube, no bairro do Arruda.

O suporte legal da decisão apontou o Decreto Estadual de nº 50.052, publicado no dia 7 de janeiro de 2021, que fala em ocupação máxima de espaços fechados para eventos corporativos e institucionais em 30% da capacidade do ambiente em número máximo de 150 participantes.

Com isso, existe uma vistoria marcada para essa quarta onde o órgão chefiado por André Longo fará a devida fiscalização do espaço além dos questionamentos pertinentes a questões de evitar aglomerações, respeitando o conceito de distanciamento social.

Três nomes concorrem as eleições que poderiam ocorrer na quinta-feira (11) em caso de aprovação da SES para assumir de 2021 a 2023 o espaço hoje ocupado por Constantino Júnior: Roberto Freire, considerado como o candidato da situação pela chapa, além dos opositores Joaquim Bezerra e Josenildo Dody.