Visando a Libertadores, Zé Ricardo quer antecipar clássico contra o Vasco

Preocupado com o jogo diante do Atlético Paranaense, pela terceira rodada da Copa Libertadores, o técnico Zé Ricardo vai pedir à diretoria do Flamengo que tente antecipar o jogo contra o Vasco, pelas semifinais da Taça Rio. Como o confronto com o Furacão vai acontecer na quarta-feira, dia 12, o treinador acredita que seria importante ganhar mais um dia para preparar a equipe para o jogo diante dos paranaenses.

Em relação ao clássico diante do Fluminense, o técnico rubro-negro disse que é preciso entender que existe um adversário de qualidade do outro lado e que dificultou muito as pretensões do Flamengo de sair com a vitória.

“Às vezes acontece de não fazermos os gols que gostaríamos. Agora é pensar nas semifinais da Taça Rio e do Carioca, mas também na Libertadores”, disse.

Enquanto o técnico do Flamengo mostrava tranquilidade com o resultado, os dirigentes rubro-negros não escondiam o descontentamento com a arbitragem do clássico. O gerente Rodrigo Caetano garantiu que vai pedir à Federação do Rio de Janeiro que Rodrigo Carvalhães de Miranda não seja mais escalado para os jogos do Flamengo na competição estadual.

Em entrevista à Rádio Globo, O presidente Bandeira de Melo também reclamou do árbitro e disse que ele errou ao mostrar cartão vermelho para o lateral Pará. O presidente criticou o nível dos árbitros cariocas e voltou a recordar a atuação de Luís Antônio Silva dos Santos, o “Índio”, que marcou pênalti inexistente de Renê no fim da partida contra o Vasco: “Sai o Índio, entra outro igual,. Não tem muito o que a gente fazer”, afirmou.