Visando as finais da Libertadores e Sul-Americana, Conmebol promove campanha contra a violência

·1 min de leitura


Entre 20 e 27 de novembro, Montevidéu será palco das decisões brasileiras da Copa Libertadores e Sul-Americana - entre Palmeiras e Flamengo e Athletico e Red Bull Bragantino, respectivamente. A Conmebol, ciente dos riscos envolvendo as torcidas, está tomando uma série de medidas preventivas e, nesta quinta, lançou a campanha contra a violência dentro e fora dos estádios.

- Que as Finais Únicas sejam uma festa para todos. Vamos curtir com muita emoção e sem violência este maravilhoso esporte. Vamos exaltar o futebol! NÃO à violência! - publicou a Conmebol nos perfis oficiais da entidade.

A Conmebol destaca que "o futebol deve sempre transmitir os valores do fair play, da camaradagem e do espírito de superação, onde quer que haja uma bola rolando." Portanto está promovendo uma campanha para erradicar a violência dentro e fora dos estádios e entre os torcedores de equipes rivais.

Uma das ações da campanha consiste na exibição de imagens fotográficas nas quais o troféu CONMEBOL Libertadores é obscurecido por um ato de violência, impedindo que os fãs desfrutem da grande celebração das finais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos