Virou passeio! Ponte não perdoa rebaixado Figueirense e aplica goleada de 7 a 2

Futebol Latino
·5 minuto de leitura


Com os futuros já definidos para a próxima temporada, Figueirense e Ponte Preta fizeram a abertura da 38ª e última rodada da Série B, onde os paulistas venceram por 7 a 2, em Florianópolis. E para quem acompanhou o jogo, o confronto parecia que valia algum objetivo na competição pela quantidade de chances criadas. Mas mesmo com a falta de pretensões, o duelo contou com um primeiro tempo animado que teve cinco gols, sendo quatro da Macaca. A etapa final teve mais quatro tentos. O destaque vai para o atacante Moisés que anotou um hat-trick no Orlando Scarpelli.

A goleada carimbou o rebaixamento do Figueirense, que já havia sido confirmado na rodada 37, onde os catarinenses fecham a Série B com 39 pontos. O Figueira ainda pode perder o posto de 17ª colocado caso o Paraná vença sua partida contra o Cruzeiro.

A Ponte, por sua vez, confirma o bom rendimento da equipe que ficou por muito pouco de um acesso. Com os três pontos, a equipe de Fábio Moreno encerra a Série B com 57 pontos e pelo menos momentaneamente na sexta posição, aguardando a sequência da 38ª rodada.

MAS JÁ?

Nos primeiros minutos, parecia que era o Figueirense quem partiria para cima e pressionaria a Ponte, que estava mais recuada e via os catarinenses ameaçando. Mas Camilo tratou de mudar o ânimo da Macaca logo aos cinco minutos do primeiro tempo.

Léo Pereira fez o cruzamento e viu Rodolfo Castro sair mal do gol, bom para o camisa 10 que só teve o trabalho de cabecear para abrir o placar em Florianópolis.

MAIS DOIS GOLS DA PONTE EM SEIS MINUTOS

O Figueirense desanimou e não conseguiu retomar o ritmo dos quatro primeiros minutos. Após o gol, a Ponte Preta teve mais duas chances claras de gol, mas Guilherme Pato e Tiago Orobó desperdiçaram. Mas na terceira oportunidade, Moisés ampliou o marcador.

Pato avançou pelo meio e passou para Moisés, que invadiu a área, driblou Rodolfo Castro e estufou as redes. Após mais um tento e mesmo sem perspectiva nesta última rodada, a Macaca continuou em cima e fez mais um.

Camilo cobrou escanteio pela esquerda e Tiago Orobó testou para marcar o terceiro, aos 21 minutos.

PRIMEIRO TEMPO ANIMADO: QUATRO GOLS ANTES DOS 30 MINUTOS

A Ponte Preta bobeou na saída de bola aos 27 minutos. Erison pegou a bola pela esquerda e foi avançando de forma individual, entrou na área e chutou no ângulo de Guilherme para fazer o primeiro para o Figueira.

VIROU PASSEIO!

Aos 32 minutos, a Ponte Preta anotou mais um novamente com Moisés. Após cruzamento da direita, Victor Oliveira tirou mal e viu a bola ficar com o camisa 21. O atacante driblou o zagueiro e chutou forte, a bola bateu no travessão antes de morrer no fundo da meta de Rodolfo.

Incomodado com a postura da sua equipe no primeiro tempo, Jorginho não pensou duas vezes e substituiu o atacante Diego Gonçalves por Bruno Michel, e tirou Dudu para colocar do zagueiro Jhonatan.

SEGUNDO TEMPO COMEÇOU COM DEFESA E BOLA NA TRAVE

A volta do intervalo já teve susto para os dois lados. A Ponte chegou ao ataque logo no primeiro minuto de jogo e cruzou com Camilo. Tiago Orobó cabeceou e o goleiro Victor Caetano, que entrou no lugar de Rodolfo Castro, salvou os catarinenses.

Mas a reposta veio aos três minutos. Erison recebeu lindo lançamento na área, chutou e Guilherme defendeu, a bola continuou rumo ao gol e Ruan Renato salvou onde a redonda ainda tocou na trave.

GOLAÇO!!!

O Figueirense novamente diminuiu o placar. Aos 11 minutos, Bruno Michel pegou na esquerda, puxou para dentro da área e rolou para trás para Nonato. O meio-campista ajeitou e chutou colocado de fora da área, sem chances para Guilherme.

A PONTE NÃO ALIVIA E MARCOU O QUINTO

O Figueirense até havia conseguido ficar mais com a bola e tentava partir para o ataque para diminuir ainda mais o placar. Mas a bola parada, uma das armas da Ponte, fez a diferença novamente e Ernandes marcou de cabeça aos 22 minutos após cruzamento de escanteio de Camilo.

HAT-TRICK DE MOISÉS

Após escanteio da direita, a defesa do Figueirense afastou previamente. Na sobra de fora da área, Moisés ajeitou e chutou colocado, onde a bola foi na gaveta de Victor Caetano.

Infelicidade do jovem goleiro do Figueira, que no lance anterior ao gol 'voou' para evitar um golaço no ângulo em cobrança de falta de Camilo.

PINTOU O SETE EM FLORIANÓPOLIS

Penalidade máxima para a Ponte Preta em cima de Moisés, que ia invadindo a área e foi derrubado por Victor Oliveira. Na cobrança, Camilo deslocou Vitor Caetano e fez o sétimo.

Na sequência, o Figueirense quase fez o terceiro. Após cruzamento da direita, Erison cabeceou e a bola foi no travessão.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X PONTE PRETA - 38ª RODADA DO BRASILEIRO DA SÉRIE B
Estádio: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 29 de janeiro de 2021, às 16h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Victor Oliveira (FIG) / Ernandes (PON)

GOLS: Camilo, 7'/1ºT (0-1); Moisés, 15'/1ºT (0-2); Tiago Orobó, 21'/1ºT (0-3); Erison, 27'/1ºT (1-3); Moisés, 32'/1ºT (1-4); Nonato, 11'/2ºT (2-4); Ernandes, 22'/2ºT (2-5); Moisés, 30'/2ºT (2-6); Camilo, 42'/2ºT (2-7)

Figueirense (Técnico: Jorginho)
Rodolfo Castro (Victor Caetano, no intervalo); Everton Santos, Vitor Mendes, Victor Oliveira e Renan Luís; Matheus Neris, Nonato e Dudu (Jhonatan, aos 38'/1ºT); Erison, Geovane Itinga e Diego Gonçalves (Bruno Michel, aos 38'/1ºT)

Ponte Preta (Técnico: Fábio Moreno)
Guilherme; Léo Pereira, Rayan (Thiago Lopes, aos 37'/2ºT), Ruan Renato e Ernandes (Jean Carlos, aos 26'/2ºT); Barreto, Igor Maduro (Léo Naldi, aos 17'/2ºT) e Camilo; Guilherme Pato (Pedrinho, no intervalo), Tiago Orobó (Papa Faye, aos 17'/2ºT) e Moisés.