De “Virada histórica” a “Naufrágio”, mídia europeia repercute Barça x PSG

A classificação histórica do Barcelona às quartas de final da Liga dos Campeões entrou para os anais do esporte e a imprensa europeia valorizou a grandeza do acontecimento. Do lado francês, decepção com o Paris Saint-Germain, e do espanhol, a exaltação do feito azul e grená, que alcançou uma virada jamais alcançada em todas as edições do torneio.

O jornal Marca, sediado na Catalunha, destacou a “Virada para a história” do time blaugrana, que saiu perdendo por 4 a 0 no jogo de ida, na França, levou um gol nesta tarde, mas mesmo assim anotou seis gols para sair com a vaga. Suárez, Kurzawa (contra), Messi, Neymar duas vezes e Sergi Roberto foram os responsáveis por anotar os tentos da goleada de 6 a 1. Cavani diminuiu para os franceses.

Seguindo na mesma linha do compatriota, o também espanhol Ás, de Madrid, não quis saber de bairrismo e valorizou a esquadra comandada por Luis Enrique. Apontando que o “Barça entra para a história” com o resultado, o periódico também exaltou a atuação do brasileiro Neymar, autor de dois gols e uma assistência, quando o duelo ainda estava 3 a 1 para os donos da casa.

Valorização de um lado, decepção de outro. Com a dramática manchete de “Naufrágio histórico”, o tabloide L’equipe, da França, destacou o vexame parisiense, mas também reservou um espaço para falar sobre Neymar. Chamado pelo jornal de “o homem que acreditou até o fim”, o camisa 11 brasileiro foi apontado como o homem do Barcelona tanto no jogo da ida quanto nesta quarta-feira. “O Barça pode agradecer a ele”, finaliza a publicação.

Sediado na mesma cidade do Paris Saint-Germain, o Le parisien não se arriscou a dar adjetivos a este confronto das oitavas de final. Nomeando o lamento dos franceses como “Eliminação inqualificável”, o jornal foi preciso ao resumir o confronto, na última linha do texto: “Os catalães escreveram história. Em detrimento ao PSG, em farrapos, em migalhas”.