De virada e com gol polêmico, United vence City no Derby de Manchester

Bruno Fernandes celebra gol do United em vitória sobre o City - Foto: AFP/Oli Scarff
Bruno Fernandes celebra gol do United em vitória sobre o City - Foto: AFP/Oli Scarff

De virada! O Manchester United venceu o Manchester City por 2 a 1 em clássico emocionante no Old Trafford, disputado na manhã deste sábado, válido pela 20ª rodada da Premier League 2022/23. Grealish abriu o placar para os Citizens, mas Bruno Fernandes e Rashford viraram para os Diabos Vermelhos.

Com a vitória, o United cola no City na tabela de classificação e fica apenas um ponto atrás do rival, 38 contra 39 pontos. O time de Pep Guardiola segue na vice-liderança do campeonato e pode ver o líder Arsenal ampliar sua vantagem nesta rodada. Por sua vez, o United se isola na terceira posição.

EQUILÍBRIO INICIAL
Como é de se esperar em um clássico, o equilíbrio marcou os primeiros minutos de jogo no Old Trafford. Contudo, o United levava certa vantagem em sua proposta de jogo e levou perigo após pressionar a saída de bola do City. Rashford e Martial eram lançados em velocidade por Bruno Fernandes.

Mas a partir dos 20 minutos, os comandados de Pep Guardiola passaram a controlar mais a posse e foram criando espaços. Com Haaland e De Bruyne "sumidos", o City via como opção circular a bola pelas laterais, enquanto os Diabos Vermelhos baixavam suas linhas.

GRANDES CHANCES
Aos 34, a oportunidade mais perigosa do derby. Novamente, Bruno Fernandes lançou Rashford em velocidade e o inglês aproveitou a saída errada do goleiro Ederson para ficar com o gol aberto, mas Akanji bloqueou a finalização.

Três minutos depois, o United voltou a levar perigo, de novo com Rashford. Desta vez com passe de Eriksen, o camisa 10 dos Diabos Vermelhos ganhou de Rodri na velocidade e saiu cara a cara com Edersnon, mas o goleiro brasileiro saiu bem e abafou a jogada.

+ Veja a tabela da Premier League 2022/23

VOLTOU COM TUDO
Após o intervalo, as equipes voltaram com maior intensidade. E aos seis minutos de segundo tempo, mais uma ótima chance para o United, desta vez com Varane, que testou para o gol e obrigou Ederson a fazer mais uma boa defesa no clássico.

ENTROU E MARCOU
O técnico Pep Guardiola promoveu a entrada de Jack Grealish no lugar de Phil Foden no time do Manchester City e o impacto foi imediato. Aos 15 minutos de etapa final, Mahrez fez jogada pela direita, acionou a passagem de De Bruyne dentro da área, que cruzou com precisão na cabeça de Grealish para abrir o placar, 1 a 0 para os Citizens.

EMPATE POLÊMICO
​Aos 33, quando o jogo parecia controlado para o City, o United chegou ao empate em um lance polêmico. Rashford foi lançado em posição de impedimento, correu em direção a bola mas quem finalizou para o fundo do gol foi Bruno Fernandes. Inicialmente, o bandeira marcou a irregularidade, mas após conversa com o árbitro Stuart Attwell, o gol foi validado e irritou os jogadores do City.

VIRADA RELÂMPAGO
Não deu nem para respirar. Três minutos após o empate, o United conseguiu a virada com Rashford, que finalizou na cara do gol após jogada de Garnacho dentro da grande área, dando números finais ao clássico, 2 a 1 United. O camisa 10 se manteve em campo mesmo com um problema físico na virilha e quase deixou o campo no primeiro tempo.

AGENDA
​O United volta a campo na próxima quarta-feira em Londres para encarar o Crystal Palace às 17h (de Brasília), em jogo atrasado pela Premier League. Também pelo Inglês, o City recebe o Tottenham na próxima quinta, às 17h (de Brasília).